sábado, 31 de janeiro de 2009

TOP 10 da CES 2009

A CES 2009 acabou, e houve centenas de novidades e lançamentos na área de informática, aparelhos eletrônicos e gadgets. Durante o evento, mais de 2.700 empresas, incluindo 300 que participaram pela primeira vez, lançaram cerca de 20 mil novos produtos. Cerca de 110 mil pessoas visitaram o evento neste ano, cerca de 22% a menos do que a CES do ano passado, que teve 141 mil.

O evento marcou o lançamento de TVs 3D de alta definição, TVs com tecnologia OLED e com acesso à internet, e produtos e tecnologias que não danificam o meio ambiente. Os mais de 130 mil visitantes tiveram acesso em primeira mão a produtos que serão lançados neste e nos próximos anos, e puderam analisar as tendências tecnológicas para os próximos anos.

A CES 2009 também foi palco para o lançamento oficial da versão beta pública do Windows 7 - e o sucesso foi tamanho que os servidores da Microsoft não suportaram o volume de downloads (algo que foi resolvido algumas horas depois).

Cobertura da CES 2009
Cobrir um evento desses é bastante cansativo, pois há 2.700 expositores distribuídos em 6 pavilhões imensos. Como cada um deles expõe dezenas de produtos, no final dos quatro dias do evento eu tive acesso a mais de 40 mil novos produtos, e tirei mais de 1.600 fotos em alta resolução. Dentre eleas, eu precisei escolher "apenas" 120 fotos que foram postadas no BABOO e no portal MSN.

Muitos produtos são interessantes, outros são inovadores, e também há muita porcaria ali. No final, a CES me surpreendeu pela quantidade de produtos com tecnologias avançadas que facilitarão muito o dia-a-dia das pessoas. A China também mostrou que "está com a faca e queijo na mão", pois praticamente todos os produtos são fabricados ou serão fabricados ali.

Havia inclusive uma área destinada somente a empresas chinesas e coreanas, aonde você podia fechar negócio diretamente com o fabricante. Você quer lançar um netbook com a marca da sua empresa ? Sem problemas: ali você podia encomendar um lote de mil deles a preço baixíssimo, com o logotipo da sua empresa estampado nos produtos e nos manuais.

Desta maneira, em breve nada mais será produzido fora da China..

Baratas tontas
O início do evento é bastante estressante: nas primeiras horas, os jornalistas e bloggers passeiam como baratas tontas nos principais stands, à procura dos melhores produtos e novidades, para que eles estejam estampados nos sites, blogs, jornais e TVs o mais rápido possível - e antes dos seus concorrentes.

E quando o jornalista consegue fotografar alguns produtos interessantes, ele corre para a sala de imprensa para copiar as fotos p/ o seu notebook (ou netbook, que faz muito sucesso pelo seu tamanho e peso), retocá-las, escrever um parágrafo sobre o cada um dos produtos fotografados, e enviar tudo via e-mail para que as informações sejam publicadas o mais rápido possível.

Correria e confusão p/ manter você informado
Além disso, muitos bloggers gravam ali mesmo os vídeos e áudios com as análises e comentários sobre algum produto, enquanto outros são entrevistados ao vivo (via internet ou celular) sobre o evento. Como eles vieram de diversos países, é comum você trabalhar ouvindo vários idiomas ao mesmo tempo.

E como há centenas de jornalistas e bloggers cobrindo a CES e reunidos em uma única sala, vc tem uma vaga idéia da confusão, correria e stress envolvidos na cobertura de um evento desse tamanho..

E sempre há fatos curiosos, como jornalistas que esquecem de trazer o cabo de energia do notebook, e trabalham no sufoco e compenetrados para finalizarem o mais rápido possível as fotos e informações antes que o notebook desligue por falta de bateria.

Mas no final tudo vale a pena, pois o resultado final compensa a loucura de cobrir um evento desses..

CES 2009: quem se destacou ?
Na minha opinião, a empresa que mais de destacou foi claramente a Samsung: no stand imenso deles haviam dezenas de produtos fantásticos - principalmente as novas TVs.

Muitas eram simplesmente sensacionais: as LED e OLED (finíssimas), as que tem acesso à internet, as TVs 3D que não precisam de óculos especiais (parece coisa infantil, mas depois que você assiste uma TV 3D, você começa a considerar as TVs atuais (HD ou não) algo totalmente ultrapassado) , as ultra-HD (com resolução 4x maior do que as HD atuais), a TV que reproduz filmes diretamente de pendrive, entre muitas outras.

A nova filmadora de alta definição, com mecanismo anti-vibração e SSD (disco rígido sem partes móveis) também impressionou: ela filma sem trepidação mesmo que vc acople ela em uma bicicleta e ande em uma rua de pedras. Impressionante..

Para mim, o produto que mais se destacou na CES 2009 também é da Samsung: a TV com acesso à internet e Widgets, que permite que você mantenha-se atualizado mesmo quando vc está assistindo o seu filme ou programa favorito, e sem necessidade de utilizar um computador. Mais prático, impossível..

Abaixo estão os 10 produtos que eu considerei os mais interessantes do evento:


Palm Pre: um celular que impressionou todos os jornalistas. Ele vem com um novo sistema operacional
(Web OS) e é a aposta da Palm para recuperar a fatia de mercado que ela perdeu nos últimos anos.
Ele será lançado nos EUA nos próximos meses.


A Zii Labs demonstrou o StemCell Computing, um sistema que permite adicionar processadores
de acordo com a necessidade de uso. Com isso, você pode por exemplo montar
um rack com até 120 mil processadores, criando um super-computador


Telas OLED flexíveis podem criar uma nova geração de notebooks finos, leves e flexíveis



TVs com acesso à internet permitem que vc utilize Widgets para se manter informado
enquanto você assiste o seu programa favorito



TV HD é coisa do passado: em breve as TVs Ultra-HD estarão no mercado. Enquanto a TV HD tem resolução
de 1920x1200, as Ultra-HD têm resolução de 3840x2160, criando imagens super-realistas



A tecnologia SYNC da Microsoft permite que os painéis dos carros sejam totalmente digitais.
No carro exposto no site da Microsoft, o painel de instrumentos e a tela principal no painel são telas LCD.
O visual impressionou a todos...



Chegou o cinema de bolso! Assistir filmes no celular é coisa do passado:
agora você pode projetar o filme em uma parede, utilizando o próprio celular



Essa TV da Samsung permite que você insira um pendrive nela (ele está na lateral esquerda, embaixo)
e assista diretamente filmes em formato .avi, .mpg, entre outros.
Ela é o sonho de quem puxa muitos filmes em redes P2P..



Este é um sistema de som mais incríveis da CES 2009: composto de 16 caixas de som
(incluindo duas caixas frontais com 1,5m de altura) distribuídas em uma sala, a
qualidade do áudio do filme O Senhor dos Anéis era nada menos do que sensacional.



As novas TVs de LED são ultra-finas.



Fonte: Baboo

Índia mostrará o laptop mais barato do mundo

Semana que vem, o governo indiano apresentará ao mundo o Rs 500, um laptop de 2GB de RAM que custará apenas 10 dólares.

Desenvolvido pelo Instituto Indiano de Ciência, em Bangalore, e pelo Instituto Indiano de Tecnologia, em Madastra, o protótipo servirá de auxílio educacional para alunos de 18.000 escolas e 400 universidades.

Estima-se que 250 mil laptops sejam entregues, sendo que 25% dos custos seriam subsidiados por colégios privados e governo estadual.

Não há informações detalhadas sobre o computador portátil, mas já se sabe que ele terá Wi-Fi, LAN e memória expansível, segundo notícia do The Times of Índia, uma das publicações impressas mais tradicionais do país.

Todas as dúvidas sobre o projeto que foi anunciado há três anos serão, finalmente, cessarão no dia 3 de fevereiro, quando ocorrerá a exibição oficial do laptop mais barato do mundo.

No mesmo evento, o governo da Índia deve apresentar sua missão educacional. Uma demonstração de e-sala de aula e laboratório virtual está marcada para acontecer simultaneamente ao lançamento de Rs 500.

O portal da rede estudantil conhecido por “Sakshat” também ganhará melhorias, dizem os governantes. Por ela, os alunos poderão fazer upload de livros gratuitos de quatro editoras nacionais.

 

Nova tecnologia replantará florestas pelo ar

Em breve, florestas devastadas poderão ser replantadas por helicópteros e sensores computacionais, se a tecnologia for aprovada em teste no Brasil.

A invenção da C-Questor de Weybridge, em Surrey, na Inglaterra, quer implementar uma solução rápida, de custo reduzido e eficaz para replantar áreas verdes de matas destruídas por fogo ou por exploração ilegal de madeireiras.

Por helicóptero, a empresa pretende desenvolver uma descida técnica que instalará centenas de mudas de árvores, com sementes não-vulneráveis e cones de plástico biodegradáveis para garantir o suporte.

Lançado com segurança a sete centímetros do solo, cada cone de 15 centímetros possui compostos que se enterram e retém água no solo.

De acordo com a C-Questor, lançar somente sementes das alturas é extremamente infértil: 75% delas não vingam, ou porque são devoradas, ou são sopradas para terrenos impróprios.

Até 200 mudas podem ser plantadas em uma viagem, individualmente, por um dispositivo de um tamanho de um colchão controlado por um computador.

A chamada tecnologia “Treepak” terá seus primeiros testes ainda este ano no Brasil, porém, não há data e local definidos. Provavelmente será em um local onde precise de replantação de árvores de mogno.

Fonte: Info

Falha humana fez parar buscas, diz Google

“Muito simples, um erro humano”. Esta foi a justificativa que o Google deu aos internautas que tiveram cessadas as buscas por 40 minutos, hoje (30).

Segundo Marissa Mayer, vice-presidente de Produtos de Busca e Experiência do Usuário do Google, o erro aconteceu pela implicação errada do caractere “/” em uma ferramenta de segurança.

Na hora de atualizar a lista de sites ameaçadores fornecidos pela empresa parceira StopBadware, o caractere “/” acabou sendo expandido erroneamente para todas as URLs, o que ocasionou um bloqueio de todos os sites que possuem uma ‘barra’ no endereço virtual.

A situação foi normalizada no mundo todo em 40 minutos, segundo Marissa.

Conforme reportado há pouco, os usuários que tentaram realizar pesquisas pelo Google por volta do meio-dia se depararam com a mensagem de “Este site pode danificar seu computador” em todos os resultados da busca.

Fonte: Info

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Começa a 1ª 'jam' mundial de games

Começou há poucos minutos, a primeira Global Game Jam, um evento que desafia desenvolvedores de games do mundo todo a criar um título em 48 horas.

Domingo, quando o relógio apontar 5 horas da tarde, de acordo com o fuso horário local., os 1750 inscritos de 23 países devem apresentar seus projetos aos avaliadores da indústria de jogos virtuais. Em grupos de três a quatro pessoas, os participantes serão avaliados pelas idéias detalhadas do design, dos mecanismos e da temática dos games.

Dentre as 53 sedes espalhadas pelo mundo, o Brasil possui três frentes de desenvolvedores de games: São Carlos (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Recife (PE).

No site oficial do Global Game Jam é possível acompanhar o andamento de alguns projetos. A Ustream.tv transmitirá os melhores momentos ao vivo, via streaming.

Mais detalhes da participação brasileira no evento em breve, na INFO Online

Fonte: Info

Instale o plug-in Gmail Offline no seu PC

Os internautas que quiserem já podem configurar no Gmail o recurso de leitura offline. O procedimento é simples.

O único inconveniente é que durante a instalação do plug-in é necessário deixar o Gmail configurado para o idioma americano. Terminando o procedimento, dá para voltar para o português. O recurso é indicado para os navegadores Firefox e Google Chrome.

Um detalhe importante (e de segurança): só ative o serviço Gmail Offline no computador de casa. Se você fizer isso numa lan house, os seus dados do Gmail ficam vulneráveis para qualquer pessoa.

Instalação

O primeiro passo para instalar o plug-in é modificar o idioma do Gmail. Para isso, acesse a opção configurações e no campo Idioma troque de Português (Brasileiro) para English (US). Salve a mudança da configuração, saia e se conecte novamente no Gmail.

Volte novamente na página de configurações (agora Settings) do Gmail e escolha a opção Labs. É nela que começa o segundo passo. Logo que entrar nessa página, a primeira opção é para ativar o recurso do Gmail Offline. Por padrão, ele está selecionado Disable, que siginifica desabilatado. Basta colocar em Enable para o serviço começar a funcionar. Feito isso, vá até o final da página e salve as mudanças no botão Save changes. Automaticamente, o seu Gmail voltará para a caixa de entrada (inbox).

Note que na parte superior da tela do Gmail aparecerá a opção Offline. Clique nela para baixar e instalar o plug-in Gears, é ele quem ativará o recurso Offline no Gmail.

Finalizando a instalação, o browser será reiniciado. Rode o navegador novamente, conecte-se no Gmail. Assim que você se conectar, o navegador pedirá permissão para rodar o Gmail Offline. Autorize.

Em seguida, abrirá outra janela, dessa vez solicitando para criar os atalhos do Gmail Offline no desktop.

Pronto. O plug-in vai baixar os e-mails para o seu computador e, partir desse momento, o internauta pode ler os e-mails mesmo quando está sem conexão. Quando terminar o download das mensagens, o usuário pode voltar a configuração para Português na opção Settings.

Fonte: Info

Mais uma vez, Apple sem Jobs - O que será dos Applemaniacos?

Pioneiro. Genial. Obsessivo. Intratável. Revolucionário. Steve Jobs, o fundador da Apple, sai da empresa pela segunda vez, abatido por uma misteriosa doença - e deixa como herança uma revolução na forma como entendemos a tecnologia

 

Quando eu voltei, em 1997, estava procurando espaço e achei um arquivo com Macs velhos e outras coisas. Eu disse: `Tirem isso daqui!´ e mandei toda aquela m... para (a universidade) Stanford. Nesse negócio, se você olhar para trás, será esmagado. Você tem de olhar para a frente." Assim Steve Jobs, o fundador da Apple, descreveu recentemente para um repórter suas reminiscências do primeiro computador Macintosh, lançado há exatos 25 anos. Pode ter sido a manifestação sincera de um visionário incapaz de perder tempo com o passado, ou simplesmente afetação.

Mas é mais provável que fosse um pouco de cada coisa. Na trajetória de Steve Jobs, arrogância e egomania sempre dividiram espaço com uma percepção aguçada dos rumos da tecnologia e um talento sobrenatural para despertar nas pessoas o desejo de comprar. E esses não são os únicos traços conflitantes de sua personalidade.

 

O hippie que disse que o ácido lisérgico mudou sua vida para sempre é o desbravador que permitiu às pessoas comuns experimentar pela primeira vez o poder da computação pessoal. O chefe que trata os funcionários aos gritos e insultos é o prestidigitador que em apresentações públicas seduz consumidores, analistas e jornalistas. O empreendedor vaidoso que sempre fez questão de personificar a empresa que criou é o mesmo CEO que reclama da falta de privacidade e do assédio da imprensa.

Mais difícil que conciliar esses aparentes paradoxos, porém, é imaginar que eles podem nunca mais operar sua mágica juntos. Steve Jobs, empresário popstar, gênio da tecnologia e do marketing, pioneiro de revoluções que transformaram - e seguem transformando - a vida de todos os habitantes do planeta, está saindo de cena.

Na mensagem que enviou aos funcionários da Apple na tarde de 14 de janeiro, pouco mais de um mês antes de seu 54o aniversário, Jobs disse estar se afastando do comando da Apple até o fim de junho. Em teoria, serão apenas alguns meses de licença. O problema é que ficou difícil acreditar no que ele diz com relação a sua saúde. Budista e vegetariano há várias décadas, Jobs descobriu um tipo raríssimo de câncer em seu pâncreas em 2003. Ficou nove meses tentando tratá-lo com terapias alternativas - sem que o público ficasse sabendo da enfermidade.

 

Convencido da necessidade da operação, Jobs removeu o câncer em 2004, disse estar curado e calou-se sobre o assunto. Todos acreditaram que o pior tinha ficado para trás - até ele aparecer em público em junho do ano passado magro e abatido. Desde então as especulações sobre um retorno do câncer ou eventuais complicações decorrentes da doença nunca foram afastadas de forma definitiva.

Na primeira semana de janeiro, ele anunciou sua ausência do evento em que costuma mostrar as principais novidades da empresa para o ano. Atribuiu a perda de peso a um desequilíbrio hormonal e afirmou que o remédio seria "relativamente simples e direto". O comunicado terminou com a seguinte frase: "Disse mais do que queria dizer, e tudo o que gostaria de dizer, sobre isso".

Meros nove dias depois, porém, havia mais para contar. A situação seria "mais complexa" do que acreditava Jobs, o que o levou a anunciar seu afastamento do comando da companhia. As ações da empresa caíram quase 6% nas 24 horas seguintes à divulgação da mensagem. Os rumores voltaram com força total. Ele tem direito à privacidade como qualquer outro cidadão, especialmente num momento delicado como o que envolve doença.

 

Mas não se está falando de um cidadão qualquer, e sim da figura que simboliza a Apple, uma empresa pública avaliada em 70 bilhões de dólares. "Os investidores merecem informações precisas, honestas e regulares caso questões de saúde envolvam uma pessoa tão central para a companhia", diz Stephen Davis, responsável pela área de governança corporativa da escola de administração da Universidade Yale. "A Apple é brilhante em eletrônicos e inepta na relação com seus acionistas."

Ainda que boa medida da admiração que Jobs inspira seja decorrente dos resultados espetaculares da empresa, não se trata de olhar para ele somente pelo ângulo financeiro. Jobs é uma dessas raras figuras realmente transformadoras. Quando ele aparece em cima de um palco, o mundo da tecnologia para e assiste com atenção. Foi assim em janeiro de 1984 quando ele, de gravata borboleta e cara de garoto, mostrou ao mundo o primeiro Macintosh.

Batizado em homenagem a um tipo de maçã, o Mac original trouxe uma novidade chamada mouse e substituiu os comandos escritos em código por uma interface baseada em pequenos desenhos, que deveriam ser clicados (esse verbo, diga-se, não tinha sentido na época). Ali começava a cair a barreira que separava os primeiros entusiastas de uma novidade chamada computador do resto do mundo. Foi assim também em janeiro de 2007, quando ele, dessa vez vestindo os tradicionais jeans, tênis New Balance e suéter preto, apresentou o iPhone, um híbrido de telefone e computador ao mesmo tempo poderoso, elegante e fácil de usar.

 

Nos 25 anos que separam essas duas aparições, a tecnologia digital cresceu tremendamente e alterou por completo a forma de o mundo funcionar. Por toda a parte é possível identificar o dedo de Steve Jobs. Seu principal legado é ter trazido a tecnologia, antes restrita ao círculo de engenheiros e técnicos, para o dia-a-dia de bilhões de pessoas. Hoje há mais de 1 bilhão de computadores pessoais em uso, 55 milhões deles no Brasil - e todos têm em comum o parentesco com aquele primeiro Mac. Os PCs deixaram de ser apenas ferramentas de trabalho há muito tempo.

Hoje são meios de comunicação e, cada vez mais, de entretenimento. Desde o fim da década passada as gravadoras sabiam que os CDs estavam com os dias contados, pois o futuro do negócio passaria obrigatoriamente pela distribuição de arquivos pela internet. Mas foi apenas em 2003, quando o iPod começou a ser tratado como sinônimo de música portátil, que a revolução do MP3 ganhou seus contornos atuais. Com acesso direto a milhões de tocadores de música, Jobs convenceu as gravadoras de que seria a Apple o melhor caminho para criar um mercado de venda de arquivos legalizados.
Inaugurada em abril de 2003, a loja virtual iTunes Store contabiliza hoje a marca de 6 bilhões de faixas vendidas. A Apple vende sete em cada dez arquivos de música comercializados legalmente. Em abril do ano passado, a iTunes Store ultrapassou o Wal-Mart e tornou-se a maior vendedora de músicas do mundo.

 

Culto ao Mac
A terceira revolução posta em movimento por Steve Jobs aconteceu no mundo da telefonia celular. Apesar do estrondoso sucesso de vendas e crítica, o impacto do iPhone no efervescente mercado da mobilidade ainda não pode ser inteiramente compreendido. No iPhone há muito mais que o apelo estético e o auê de mídia gerado pela máquina de marketing da Apple. Com o aparelho, Jobs conseguiu estabelecer uma nova plataforma tecnológica capaz de atrair desenvolvedores de software, da mesma maneira que Bill Gates fez com o onipresente Windows no mundo dos PCs.

Existem três vezes mais celulares que computadores no mundo, e ninguém acredita que haverá um sistema tão dominante no mundo móvel como o Windows. Mas não importa. Em menos de um ano, os 13 milhões de donos de iPhones baixaram nada menos que 500 milhões de programas, pagos ou gratuitos. Em termos de receita com a venda de aparelhos, a Apple já tem o terceiro maior faturamento da indústria, atrás da finlandesa Nokia e da sul-coreana Samsung. E a revolução da telefonia celular - ou da computação móvel - está apenas começando.

 

Os escolhidos
É dessa longa história de conquistas que Steve Jobs está se afastando, ainda que temporariamente. Mas, como ele mesmo disse, no mundo da tecnologia é obrigatório olhar para a frente - e, no caso da Apple, o futuro tem a inconfundível forma de um ponto de interrogação. Se tudo correr como o programado, até junho o dia-a-dia da empresa vai ficar sob o comando de Tim Cook, engenheiro apontado como um dos grandes responsáveis pelo recente sucesso financeiro da empresa.

Pouco se sabe da vida pessoal de Cook, de 48 anos, além de que é solteiro e apaixonado por ciclismo e pela vida junto à natureza. Para os acionistas da Apple, a discrição de Cook nunca representou um problema. Contratado por Jobs há dez anos, ele foi o grande responsável por azeitar as engrenagens internas da companhia. A Apple tem uma característica que a torna fundamentalmente diferente das outras empresas do mundo dos PCs.

No mundo Windows, o software fica por conta da Microsoft, e o hardware pode ter uma infinidade de marcas, como Dell, HP e Positivo. No mundo Apple, tudo fica sob controle da empresa. A produção das máquinas é terceirizada, mas todas as peças são desenhadas e fabricadas seguindo as diretrizes - ou a obsessão estética e funcional - determinadas em Cupertino, na Califórnia.

 

Veterano de 16 anos de empresas tradicionais de manufatura do setor tecnológico, como IBM e Compaq, Cook garantiu que as criações de Steve Jobs pudessem chegar às mãos dos consumidores sem defeito, em quantidades suficientes e a um bom custo. Ele também cortou custos de forma radical e, segundo a revista Fortune, chegou a traçar um paralelo entre estoques de computadores e de leite: "Se passa da data de validade (dos produtos), você tem um problema". Lição básica de administração: cobrar preços mais altos e ter menos despesas é igual a mais lucro.

Nos primeiros três trimestres de 2008, a Dell, há uma década apontada como o exemplo da eficiência em manufatura, faturou 48 bilhões de dólares e obteve lucro de 2,1 bilhões. As receitas da Apple foram pouco mais da metade disso, 23 bilhões, mas o lucrou foi quase o dobro, 3,9 bilhões. A Apple também vende iPods e iPhones, é verdade, mas a comparação serve para dar uma ideia da importância que Cook tem para a empresa e para os acionistas.

 

O preço da quebra de confiança
Além da adoração por Bob Dylan e uma disposição fora do comum para o trabalho (os relatos dão conta de e-mails disparados às 4h30 e teleconferências marcadas para as noites de domingo), não existem muitas outras características em comum entre os dois principais nomes da Apple. Jobs é o criador, o irascível, o esteta, a celebridade. Cook é o executor, o sereno, o atleta - e o desconhecido. Ele próprio teria afirmado não se enxergar como o substituto de seu patrão. "Ora, substituir Steve? Não. Ele é insubstituível", teria dito Cook em certa ocasião.

Essa ideia, proferida pelo CEO interino, enche de temor os investidores e fãs da maçã mais famosa do mundo. Em 1985, pouco mais de um ano depois do lançamento do Mac, Jobs foi posto para fora da Apple, vítima de uma manobra de John Sculley, o presidente que ele próprio havia contratado da Pepsico. Os anos de exílio de Jobs colocaram a empresa num lento e doloroso declínio. Em meados dos anos 90, com uma linha de produtos confusa, perdendo talentos e sem um rumo claro, a Apple caminhava rumo à irrelevância. Foi só com a aquisição da NeXT, empresa criada por Jobs em meados dos anos 80, que o filho pródigo voltou para casa.

 

Antes e depois de Jobs
A segunda passagem de Jobs pela Apple, interrompida agora em janeiro, é uma das histórias mais formidáveis de recuperação empresarial de que se tem notícia. De empresa combalida, a Apple passou a ditar tendências de design e de software. Voltou a ocupar uma posição de destaque tanto na cabeça dos consumidores, com os onipresentes fones de ouvido brancos, como em participação de mercado, com os vários modelos Mac chegando perto dos 8% do mercado americano em 2008, segundo o instituto de pesquisa de mercado International Data Corporation.

O fracasso monumental que foi o lançamento do Windows Vista, o mais recente sistema operacional da Microsoft, também ajudou. A veneração a Jobs extrapolou o mundo dos fãs de carteirinha da Apple, também conhecido como o "culto do Mac". O pioneiro passou a ser também o popstar. "Ele é um artista. Quanto menos fala, melhor é sua imagem pública", diz Leander Kahney, jornalista da revista Wired e autor de A Cabeça de Steve Jobs. "As pessoas podem preencher os vazios com o que quiserem imaginar."

 

Fonte: Info

Windos 7 mostra se bateria de notebook está viciada

O Windows 7 tem várias otimizações para notebooks, como por exemplo o controle de luz do monitor que é reduzido (dim) quando o usuário não utiliza o PC por 2 minutos. Mas um dos recursos novos só será observado em notebooks que apresentam baterias que estão no final da vida útil.

 

Além do ícone da bateria permanecer constantemente com um ícone de X, há um alerta que “Sua bateria está ruim e pode provocar um desligamento repentino do PC”. Neste caso da imagem acima, testamos a bateria de um notebook que só está segurando 10 minutos de uso do PC.

Porém, quando substituímos a bateria por outra nova, no mesmo notebook, o aviso desaparece imediatamente restabelecendo a condição normal do status da bateria.

 

Fonte: Baboo

Carbono poderá substituir silício em chips

O carbono pode tomar o lugar do silício como matéria prima principal dos chips eletrônicos no futuro, segundo um recente estudo da Universidade de Manchester, no Reino Unido.

Cientistas descobriram que o grafeno – material feito com arranjos hexagonais de átomos de carbono – tem propriedades de isolante, além de condutor elétrico. Estas características podem fazer do material um bom candidato a material para chips.

Os cientistas já sabiam que o grafeno era um bom condutor elétrico. Mas as descobertas da Universidade de Manchester revelaram que é possível transformar o material em isolante colocando átomos de hidrogênio na sua superfície.

Com o avanço das pesquisas, os fabricantes de eletrônicos poderão substituir toda a variedade de elementos da tabela periódica hoje usados para fabricar componentes por um único material – o mesmo do qual somos feitos.

O estudo completo pode ser conferido na revista Science.

 

GDrive, Drive virtual do Google - E você? Está Pronto?

GDrive, o disco virtual do Google: um salto para a computação em nuvem

Suas músicas, fotos, documentos, arquivos – enfim, todo o seu patrimônio digital. Em breve, tudo isso pode estar nas mãos do Google.

A cada dia surge um novo indício de que o GDrive, o disco virtual do gigante das buscas, se tornará uma realidade. A mais nova pista é um trecho de código embutido no Google Pack, que define o GDrive como um “serviço online de backup e armazenamento”.

Na prática, o serviço permitirá que você armazene seus arquivos e faça back-up de dados na internet, facilitando o acesso a partir de qualquer computador ou celular conectado à rede.

Até aí, nada de revolucionário. Outros serviços já se propuseram no passado, com mais ou menos êxito. Mas o que poderá fazer a diferença no caso do GDrive é a integração com outros serviços do Google que já são amplamente usados pelos internautas.

Em tese, você poderia mandar arquivos direto do seu Gmail para o disco virtual ou fazer backup das fotos armazenadas no Picasa no GDrive. Os documentos salvos no Google Docs também poderão ficar guardados no mesmo repositório, junto qualquer outro arquivo do seu PC.

Em resumo, o GDrive seria o repositório central de todo o seu acervo digital – um substituo online para o HD físico.

Por isso todo o entusiasmo e especulação em torno do serviço, que pode estrear ainda neste ano, segundo observadores do mercado. O GDrive poderá marcar a transição da computação baseada em desktop para a chamada computação em nuvem.

Para o usuário, isso significará mais liberdade para acessar seu conteúdo digital e o fim do pesadelo de perder todos os registros importantes da sua vida em um laptop roubado ou em um HD queimado.

Mas o movimento também vai exigir um salto de fé do usuário. Você está pronto para colocar toda a sua vida na nuvem? E os riscos de roubo de dados e falhas no serviço? Como fica a privacidade? A resposta para todas essas questões será determinante para o sucesso do GDrive. Isto é, quando ele estiver entre nós.

Fonte: Info

Padrão JPEG XR será implementado neste ano

O JPEG XR, formato de imagem criado pela Microsoft que promete diversas vantagens sobre o JPEG, está bem perto da padronização. O Joint Photographic Experts Group, que padronizou o formato JPEG, enviou o JPEG XR para as "fases finais da padronização" depois de uma votação em Janeiro.

"O comitê espera que o JPEG XR International Standard seja publicado no final deste ano", informou o grupo. O JPEG XR oferece algumas vantagens sobre o JPEG, de acordo com a Microsoft. Como a abreviatura XR ("extended range") sugere, ele oferece um grande intervalo dinâmico - a variação entre entre os brilhos mais brilhantes e os pretos mais escuros em uma foto.

O JPEG usa codificação de 8 bits com 256 gradações, mas o JPEG XR pode usar 16 ou mais para distinções maiores e mais flexibilidade para edição. Outra vantagem do JPEG XR é que ele usa um algoritmo de compressào mais eficiente que oferece duas vezes mais qualidade do que o JPEG com o mesmo tamanho de arquivo.

 

Fonte: Baboo

Dell venderá celular a partir de fevereiro

A Dell ingressará no mercado de celulares no próximo mês, de acordo com o Wall Street Journal.

A segunda maior empresa de PCs do mundo já estava desenhando protótipos de smartphone há um ano e dará prioridade aos celulares mais sofisticados, para rivalizar com o iPhone, da Apple, e com o BlackBerry, da RIM.

Uma fonte familiar ao assunto revelou ao jornal que os celulares seriam baseados no sistema operacional Android, do Google, e no Windows Mobile, da Microsoft. Um dos modelos vai possuir tela sensível ao toque.

Entretanto, segundo a fonte, existe a possibilidade de a Dell desisitir do mercado de telefones móveis.

Representantes da Dell e da Microsoft não quiseram comentar o assunto e não foi possível entrar em contato com o porta-voz do Google.

A IDC estima que as vendas de smartphones aumentem 8,9% em 2009, contrariando a tendência negativa de outros segmentos do mercado móvel.

Fonte: Info

Hackers simulam ataque de zumbis no Texas

Quem passou por uma estrada do Texas na última semana pode ter sido pego de surpresa por um bizarro alerta: “zumbis à frente”.

Os hackers responsáveis pela brincadeira conseguiram mudar a mensagem de uma placa eletrônica de trânsito localizada no cruzamento da Lamar Boulevard com a West 15th Street, em Austin, no dia 19 de janeiro.

Mas o departamento de trânsito do Texas não achou a brincadeira tão divertida assim. Alterar placas de trânsito pode render multa ou até prisão no estado norte-americano – além de representar perigo para os motoristas.

Segundo o blog i-hacked.com, é simples alterar placas eletrônicas de trânsito porque seus painéis de controle frequentemente ficam destrancados e as senhas padrão raramente são mudadas.

Fonte: info

As 8 tecnologias móveis de 2009 e 2010

<

O Gartner Inc. divulgou ontem uma lista de oito tecnologias móveis que as empresas devem colocar em seus radares em 2010. Segundo a empresa de pesquisas de tecnologia, essas tecnologias terão efeito a curto e médio prazo nas estratégias de negócios das companhias, e em suas políticas de acesso à informação.

Conheça a seguir quais são as oito tecnologias:

Bluetooth 3.0 – A nova geração do padrão de transmissão de dados será liberada neste ano e os primeiros aparelhos com 3.0 devem surgir em 2010. Uma novidade será o suporte a aparelhos que operam em modo de potência ultra baixa, como sensores, e novas aplicações, como sistemas de monitoração médica. O Bluetooth 3.0 será suporte para três tipos de sinais de transmissão de dados: o próprio Bluetooth, Wi-Fi e ultra-wide band (UWB).

Interfaces móveis de usuário – A disputa entre os fabricantes de celulares tem como consequência a oferta de diferentes interfaces e sistemas operacionais móveis. Isso complica a estratégia de negócios das empresas na medida em que elas precisam escolher entre definir uma marca como o padrão de seus sistemas B2B e B2C, ou criar várias interfaces para atender todos os aparelhos. O desafio das empresas será construir aplicações com interfaces intuitivas e de acordo com a preferência dos usuários.

 

Detecção de localização – Com a maturidade dos sistemas de localização móvel e a disseminação das redes Wi-Fi, as empresas podem desenvolver mais aplicações contextuais, de detecção de presença e de redes sociais móveis. As empresas serão capazes de localizar clientes e consumidores potenciais em áreas determinadas, e se comunicar diretamente com eles, o que vai gerar novas questões de privacidade e problemas de segurança.

Wi-Fi 802.11n – É a nova geração do Wi-Fi, com velocidades de 100 Mbps a 300 Mbps, e deve ser o padrão que vai vigorar por vários anos nas redes sem fio de curto alcance. A transmissão móvel de mídia digital dará um salto de patamar, mas por outro lado causará dificuldades e despesas extras para as empresas. O padrão n é mais difícil de configurar, exige a compra de novos pontos de acesso e placas de rede, e até mesmo a ampliação da infraestrutura de rede.

Tecnologias de tela – Novos formatos de telas terão impacto em 2009 e 2010, como os picoprojetores, displays passivos e displays com pixels ativos. Os picoprojetores podem ser usados para pequenas apresentações visuais, por exemplo, em uma reunião de vendas. Displays passivos são a base de novos aparelhos, como os leitores de e-books, que permitirão criar novas formas de distribuição e consumo de documentos;

 

Internet móvel e widgets – As empresas vão descobrir os widgets e os thin clients como meios mais baratos e práticos para distribuir informação a consumidores e funcionários, e os incluirão em suas estratégias de negócios. A dificuldade atual está no fato de não haver padrões universais para browsers em dispositivos móveis. Ainda assim, o custo total de propriedade (TCO) é menor.
Banda larga em celular – A explosão que os serviços 3G experimentaram em 2008 teve ainda a queda de preços e as promoções das operadoras. A tecnologia HSPA poderá substituir a tecnologia Wi-Fi em hot spots onde houver grande oferta de serviços e de cobertura. As empresas considerarão a compra de notebooks com chips embutidos para captar o sinal da internet 3G.

Comunicação em área próxima (NFC) – Fazer pagamentos encostando o cartão de crédito ou o celular em um terminal de coleta eletrônica de dados, mandar uma imagem de um celular para um portaretratos digital ou receber um cupom eletrônico de desconto no smartphone são aplicações de NFC que começam a despontar. Para o Gartner, essas aplicações serão mais disseminadas no começo em mercados emergentes, do que em países desenvolvidos.

 

Fonte: Info

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Inglaterra quer banda larga universal

A Inglaterra planeja fornecer acesso rápido e universal à Internet na tentativa de fazer o país mais competitivo e ajudar a tirá-lo da recessão.

Relatório do ministro das Comunicações, Lord Carter, afirma que a Inglaterra vai trabalhar para fornecer acesso à Internet a todo o país a uma velocidade de cerca de 2 megabits por segundo. A tecnologia será fornecida por meio de uma combinação de conexões fixas e sem fio até 2012.

Carter também pretende lançar uma legislação para forçar provedores de Internet a reduzirem a pirataria na Web. Nos planos também está promoção de conteúdo e direitos autorais no Reino Unido e apoiar emissoras de televisão a se adaptarem aos novos tempos.

"Não há um setor, com uma possível exceção sendo o de energia, que o restante da economia não dependa mais que este", disse Carter a jornalistas.

Atualmente, cerca de 60% do país tem banda larga mas nem sempre na velocidade de 2 megabits por segundo.

"Nossas redes digitais serão a espinha dorsal de nossa economia nas próximas décadas", disse o premiê britânico, Gordon Brown. "Elas são essenciais para nossa prosperidade futura no século 21 quanto estradas, pontes, trens e eletricidade foi no século 20", acrescentou.

Fonte: Info

Falha no Chrome e Firefox permite clickjacking

Pesquisadores de segurança descobriram uma falha no Google Chrome que expõe o browser a ataques do tipo clickjacking. O Google reconheceu a existência da falha e está trabalhando em uma correção para a versão 1.0.154.43 e anteriores do browser em sistemas com o Windows XP SP2.

Enquanto o Google trabalha na correção, um porta-voz para a filial Australiana da empresa disse que a falha afeta diversos browsers e não apenas o Chrome. Entretanto, Nishad Herath, da empresa de consultoria de segurança Novologica, disse que depois de rodar a prova de conceito do ataque, ele descobriu que o Internet Explorer 8 RC1 e Beta 2 e o Opera 9.63 não são afetados pela falha.

Mas assim como o Chrome, o Firefox 3.0.5 estão vulneráveis ao ataque.

 

Fonte: Baboo

Novo iPhone no ar - "iPhone 2.1"

iPhone 3G pode ficar obsoleto: indícios revelam que a Apple já testa o seu sucessor

A Apple pode estar testando um novo modelo de iPhone, segundo indícios presentes na última atualização de software do aparelho.
O MacRumors descobriu um novo modelo listado no firmware 2.2.1 do iPhone. E o aparelho já está em testes, segundo informações complementares da Pinch Media, empresa de análise de dados de acesso ao iPhone.

A empresa fez um post no seu blog detalhando algumas informações sobre o modelo, identificado como “iPhone 2,1”.

O uso de aparelhos identificados como “iPhone 2,1” começou a ser registrado pela Pinch Media em outubro de 2008. Segundo a empresa, os acessos ocorrem principalmente a partir de São Francisco – cidade próxima a Cupertino, na Califónia, onde fica a sede da Apple.

A Pinch Media identificou acessos tanto a partir da rede Wi-Fi quando da rede da AT&T usando o suposto novo iPhone.

O MacRumors sugere que a nova geração do iPhone pode ter mais núcleos e maior potência gráfica. O aparelho poderia ser o primeiro a trazer um chip ARM próprio da Apple, segundo o site especializado.

Fonte: Info

NDrive Touch é o GPS mais fino do mundo - em espessura

Em primeira mão, esta finíssima peça chegou ao INFOLAB dizendo ser um GPS. Desconfiados, pegamos uma régua e medimos a espessura: 13 milímetros. “Isso não pode ser um aparelho de navegação”, comentamos. Mas aceitamos o desafio de testá-lo.

E, adivinhem só, mesmo com nome de player de mídias, o NDrive Touch provou ser um GPSzinho. O diminutivo vale somente para seu tamanho (40% menor do que os outros modelos da marca) e peso (110 gramas), pois, de resto, parece ser uma ferramenta competente para te guiar pelas ruas brasileiras.

A tela LCD de 3,5 polegadas é bem espaçosa e iluminada. As respostas do comando sensível ao toque também agradam pela leveza e rapidez, mas necessitam de alguns minutos de adaptação – principalmente, para quem passou anos da vida lidando com botões enferrujados de elevadores antigos.

Sua bateria dura de 3 a 4 horas de uso. Acompanha também uma série de jogos touch screen, que pode ser um bom passatempo para aqueles que apreciam de pegar um congestionamento em São Paulo. Os motoristas que não têm escolha, talvez, apreciem os games também.

Na caixa, o Touch vem com um alto-falante, um cabo USB e um suporte para carros. A NDrive ainda não estipulou um preço e previsão de chegada ao mercado brasileiro. É bem provável que anuncie nos próximos dias.

Agora, a pecinha figurará na mão de nossos pilotos de testes para dar o diagnóstico mais importante: como ele se comporta nas ruas, se inventa trajetos, se te faz entrar em garagens alheias por engano; ou não.

Fonte: Info

Monitor da LG multiplica telas pela USB

O grande diferencial do monitor de 20 polegadas L206WU, da LG, é o sistema multi-link. Com ele, é possível conectar até seis monitores para funcionarem em espelho ou como telas complementares, apenas usando a interface USB. A outra opção seria ter uma placa de vídeo para cada monitor, o que sairia bem mais caro.

Esse diferencial, entretanto, tem algumas ressalvas. No INFOLAB, ligamos dois monitores do mesmo modelo. Para visualizar planilhas e colocar uma janela em cada canto, é uma beleza. Mas assistir a um vídeo ou jogar em tela cheia (estendida) é inviável – sem contar que os jogos em 3D não podem ser usados em mais de uma tela. Afinal, não há uma placa de vídeo renderizando o conteúdo para duas telas.

A borda, aparentemente fininha, corta um bom pedaço de imagem quando os monitores estão lado a lado – é claro que isso atrapalha, principalmente por ser bem a parte central do vídeo. Além disso, a tela tem uma ótima qualidade quando vista de frente, mas basta olhar um pouco de lado para as cores não ficarem tão boas.

Além da conexão de outros monitores pela porta USB, ainda é possível fazer a mesma coisa por D-Sub e DVI-D. Assim, dá até para ligar um notebook e outro PC nele ao mesmo tempo – uma opção legal para laptops com telas ruins ou pequenas. As atrações do L206WU, porém, não terminam por aí. A tela permite uma rotação de até 90 graus em relação à base, ajuste de altura (14 centímetros) e de inclinação (-3 a 17 graus).

O L206WU não precisa ser apenas um monitor secundário, pois manda muito bem sozinho. Ele tem resolução de até 1 680 por 1 050 pixels, 2 ms de tempo de resposta, contraste dinâmico de 5 000:1 e brilho de 300 cd/m².

Duas coisas nesse monitor são pisadas na bola: não há suporte a HDCP e o design é simples demais. A base branca, contrastando com a borda da tela em black piano, está longe do novo padrão de beleza, com cantos arredondados e acabamento com pintura brilhante.

 

Fonte: Info

Para novatos, TI da Casa Branca é um horror

Acostumados a explorar blogs e redes sociais na campanha de Obama, os novos funcionários da Casa Branca estão desconcertados com a TI oficial.

Os assessores políticos, economistas e advogados indicados pelo novo presidente americano estavam acostumados a manter perfil no Twitter, ler notícias por RSS e usar diversas contas @gmail ou @yahoo para compartilhar planilhas e trocar informações. Até mensagens instantâneas são proibidas na Casa Branca.

Na Casa Branca, porém, tudo isso é proibido. Sites de redes sociais não são acessíveis e e-mails externos – aqueles que não têm @whitehouse – são bloqueados sob o argumento de que colocam em risco a rede interna ou mesmo de que prejudicam a produtividade dos funcionários.

Esta semana, um novo episódio ajudou a piorar a imagem da TI da Casa Branca. Uma falha ainda não explicada fez o sistema de e-mails local entrar em pane. O problema levou 30 horas para ser corrigido. Neste meio tempo, todas as tarefas tiveram que ser resolvidas por telefone ou levando arquivos de uma máquina para outra via memory key.

O próprio presidente Obama é uma vítima do rigor da Casa Branca. Conhecido por aumentar sua produtividade usando ferramentas de mobilidade, Obama foi inicialmente proibido de manter seu BlackBerry ativo após a posse. A razão é que o homem mais importante do país não pode ter suas mensagens circulando por redes móveis, sob risco de serem interceptadas.

Um acordo especial vai permitir a Obama manter o smartphone, porém apenas para trocar mensagens com um número restrito de assessores e contatos pessoais.

 

Google mostrará se ISP bloqueia downloads

O Google criou uma estratégia para ajudar internautas a descobrirem se são vítimas de traffic shaping.

O plano é a mais recente iniciativa relacionada com o debate a respeito da neutralidade de internet, que opõe empresas de tecnologia como o Google a alguns provedores de serviço de web (da sigla em inglês ISPs).

Os ISPs alegam que precisam tomar certas atitudes visando gerenciar o tráfego na rede para o bem dos usuários.

Entretanto, companhias que oferecem conteúdo e aplicativos temem a possibilidade de os provedores discriminarem as atividades online, favorecendo uns e prejudicando outros.

O gigante de buscas vai bancar um estudo feito por pesquisadores acadêmicos, que vão utilizar 36 servidores espalhados por 12 regiões dos EUA e da Europa para examinar informações, de acordo com o guru da internet que trabalha para a companhia, Vint Cerf, conhecido como “o pai da web.”

“Quando uma aplicação online não funciona adequadamente ou a conexão está instável, como é possível identificar se a causa do problema tem a ver com o ISP, com o aplicativo, com o computador ou com outro fator?”, Cerf escreveu em um post.

Segundo ele, o objetivo do Google é esclarecer o contratempo para os usuários.

No ano passado, os cinco membros da Comissão Federal de Comunicações dos EUA (da sigla em inglês FCC) aprovaram uma reclamação contra a Comcast, que estava violando princípios de internet livre, bloqueando serviços de download de arquivos.

 

Fonte: Info

Scraps no orkut pelo telefone celular

Configure o orkut para que você receba notificações e possa responder aos recados do orkut diretamente do seu celular

As principais operadoras brasileiras (incluindo Vivo, Claro e Tim) oferecem integração com o orkut. É possível receber notificações sobre novos scraps e até responder os recados. Para ativar essa função, acesse o link Configurações e dê uma olhada nas opções da aba Celular. Custa 31 centavos para mandar uma mensagem e 10 centavos para receber uma notificação, mas é possível limitar o número de mensagens e o horário que elas são recebidas.

 

Fonte: Info

Google It! faz busca até do Word

Quem utiliza muito os buscadores achará bastante útil o Google It! Ele adiciona ao sistema Windows um recurso para se efetuar buscas de qualquer aplicativo.

E é bem simples utilizá-lo. Quando o internauta estiver usando um programa do PC, por exemplo o Word, basta selecionar a palavra, ou expressão, que deseja procurar, copiá-la para o background do computador (com o conjunto de teclas Ctrl+C). Feito isso, aparece o widget Google It! Na parte superior do desktop. Pronto, é só dar um clique nele para ser direcionado ao browser, que exibirá uma página com o resultado da pesquisa.

O Google It! funciona bem e não gera instabilidade ou qualquer outro tipo de problema no sistema operacional Windows. Mas verdade seja dita: poderia ser um aplicativo melhor ainda se incluísse alguns recursos adicionais de configuração. Por exemplo, não seria nada mal se os usuários pudessem pedir para o programa abrir novas pesquisas na mesma janela ou numa aba do browser usada em uma pesquisa anterior.

Um detalhe importante. Para rodar, o Google It! exige o .Net Framework 3.0 instalado no computador.

Baixe o Google It!.

Fonte: Info

 

Cresce o número de jogadores com dores causadas pelo Wii

Segundo o tablóide inglês The Sun, dez pessoas por semana são hospitalizadas no Reino Unido por causa do Wii, console da Nintendo, atual campeão de vendas entre os sistemas dessa geração. O crescente número de vítimas fez os médicos do Serviço Nacional de Saúde (NHS) alertatem sobre o perigo.

A matéria diz que tais pacientes sofrem geralmente de dores no braço esquerdo ou joelho. Um consultor de reumatismo disse ao jornal: "A maioria é por causa do jogo de tênis e corrida que envolvem movimentos súbitos e esforço violento de tendão".

Dr. Dev Mukerjee, médico no Hospital Broomfield no Reino Unido, disse: "Houve um aumento de 100% em pacientes reclamando de 'Wiitite'".

"Eu tenho visto pacientes entre 8 e 13 anos - e até adultos.

"É possível que as 'Wiitites' levem ao reumatismo e a artrite no futuro. Pacientes geralmente têm inflamação no ombro ou pulso". Outros pacientes, diz o tablóide, reclamam de dores no joelho por conta do "Wii Fit", jogo de exercícios que utiliza uma balance board como controle.

"As pessoas que têm síndrome da hipermobilidade articular podem sofrer mais com os problemas de joelho causados pelo Wii [Fit] - e em casos raros a patela pode se deslocar ou até sair completamente do lugar", disse Dr. Mukerjee.

Durante a recuperação de até três meses, os pacientes são tratados com injeções de cortisona e comprimidos anti-inflamatórios. Os médicos aconselham a realização de exercícios de alongamento antes das sessões de jogo.

 

Fonte: [Manicomio-share]

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Medida que deixaria PC mais caro é suspensa

O governo desistiu do sistema de autorização para importações que afetaria a indústria de eletrônicos.

O Ministério do Desenvolvimento anunciou, esta semana, uma barreira não tarifária que aumentaria a burocracia para as importações brasileiras e causaria impacto direto sobre o mercado de eletrônicos, já que PCs, smartphones ou TVs LCD contam invariavelmente com componentes importados para sua fabricação no Brasil.

A medida exigia que todo importador obtivesse uma autorização do governo para trazer produtos do exterior. O sistema é semelhante ao praticado no país nas décadas de 70 e 80, quando o Brasil não tinha abertura comercial relevante.

A decisão foi interpretada como uma forma do governo bloquear importações e preservar as contas internacionais do Brasil, que nos últimos meses registra alta saída de dólares e menor entrada de moeda estrangeira.

O Ministério do Desenvolvimento, que editou a medida, nega esta intenção. Afirma que o sistema de autorizações visava apenas “melhorar as estatísticas” do governo sobre comércio exterior.

Em meio à forte polêmica, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, declarou no fim desta quarta-feira (28) que a medida será suspensa.

Mantega disse que nunca foi intenção do governo fechar a economia brasileira e que a medida foi “mal compreendida” pela indústria e pela sociedade.

A Abinee, associação que reúne as indústrias brasileiras de eletrônicos, comemorou a decisão.

O presidente da Abinee, Humberto Barbato, havia classificado a medida restritiva como “um retrocesso que pode agravar ainda mais a crítica situação do setor”.

Os fabricantes nacionais de eletrônicos apontaram que a restrição elevaria seus custos, o que faria aumentar o preço dos eletrônicos no país.

Fonte: Info

Experiência permitiu a criação do Windows Azure

trabalho da Microsoft no desenvolvimento de serviços de web desde 1996 ensinou a empresa a lidar com o atual e crescente número de usuários e desenvolver uma infraestrutura que evoluísse com o passar dos anos, sendo competitiva e de baixo custo para oferecer serviços.
 
 O Windows Azure é resultado deste trabalho e do foco da Microsoft no desenvolvimento de sistemas operacionais e máquinas virtuais. A evolução dessas soluções resultou num sistema que utiliza, da melhor forma possível, os serviços de hardware e rede na nuvem a fim de disponibilizar aplicações com a mesma competência de outros produtos online da empresa.
 
 Esses programas são encontrados em qualquer datacenter da Microsoft, esteja ele localizado no Oriente, na Irlanda ou nos Estados Unidos. Em 2008, a Microsoft possuía 20 datacenters, cada um deles representando um investimento de US$ 500 milhões. A grande vantagem destes ambientes para os programadores é a disponibilização de seus programas na nuvem, além do dinamismo, deprovisionamento e maximização da economia em escala para clientes ou fornecedores.

 

Fonte: [Baboo]

HD Caviar de 2TB da Western Digital chega as lojas

Depois do anúncio feito na CES 2009, a nova geração de HDs magnéticos da Western Digital (Caviar Green WD20EADS) finalmente chegaram ao mercado.

Por US$250, o usuário poderá levar para casa um disco com nada mais nada menos do que 2TB de espaço de armazenamento (4 pratos com 500GB cada), 32MB de cache, tempo de acesso em 8,9ms e velocidades de leitura e escrita respectivamente em 90 e 80MB/s.

 

Fonte: [Adrenaline]

Apple atualiza software do iPhone

A Apple liberou na terça-feira (28/01) uma nova versão do software do iPhone.

A companhia liberou a versão 2.2.1 do firmware do aparelho, em uma atualização que melhora a estabilidade, aumenta o desempenho do Safari e corrige problemas com fotos salvas do e-mail.
A atualização tem 246,4 MB e já pode ser baixada por meio do iTunes. Uma versão similar do update está disponível para o iPod touch.

Para baixar a atualização, é preciso ter o iTunes na versão 8. Basta entrar na tela de resumo das características do aparelho e clicar na opção “Buscar Atualização”.

 

Britânicos criam Google para achar filmes

O Reino Unido estreou um mecanismo de busca online que ajudará cinéfilos a encontrarem seus títulos favoritos.

O site (www.FindAnyFilm.com) é gratuito e contém mais de 30 mil filmes de 20 gêneros exibidos em mais de 60 idiomas.

 “Ele é um Google especificamente para filmes e a primeira vez que internautas terão um sistema gratuito como esse no Reino Unido”, o Conselho de Cinema britânico ressaltou em comunicado.

Na páginas há explicações de como assistir ao filme desejado – no cinema, na TV, em DVD, em Blu-ray, online ou fazendo download em sites legalizados.

Um dos principais objetivos do FindAnyFilm.com é mostrar aos usuários formas de ter acesso ao conteúdo sem precisar recorrer à pirataria.

Fonte: Info

Oi libera clientes pós-pagos para deixar operadora sem multa

A Oi anunciou que não vai mais cobrar de seus clientes multa para cancelar ou alterar planos pós-pagos de celular.

A operadora, que já vez campanha pelo desbloqueio, quer reforçar o posicionamento “a favor da liberdade”, segundo comunicado.

 “A Oi entende que, com o fim do bloqueio de aparelhos, a portabilidade numérica e a extinção da multa, o usuário tem mais liberdade para escolher a melhor prestadora de serviços”, afirma a empresa.

A Agência Nacional de Telecomunicações determina que as prestadoras podem propor planos de fidelidade de até um ano aos clientes, com multa para quebra de contrato, mas apenas se oferecerem benefícios, como subsídio no aparelho ou desconto no plano.

Já o desbloqueio gratuito de aparelho é garantido no Regulamento do Serviço Móvel Pessoal, sem qualquer prazo de carência.

Fonte: Info

Freio nas importações deve encarecer PC

Uma medida do governo para frear as importações coloca em risco o mercado brasileiro de eletrônicos.

O Ministério do Desenvolvimento criou, esta semana, uma barreira não tarifária que aumenta a burocracia para as importações brasileiras e impacta diretamente sobre o mercado de eletrônicos, já que PCs, smartphones, TVs LCD ou Home Theaters contam invariavelmente com componentes importados para sua fabricação no Brasil. Em muitos casos, aliás, estes gadgets chegam ao país totalmente prontos via importação.

O setor de eletrônicos já sofreu um duro golpe no Brasil em meados de agosto, quando o dólar disparou saindo de um patamar de R$ 1,60 para mais de R$ 2,10. A desvalorização do real acontece, entre outros fatores, em função da fuga de capitais do Brasil para o exterior.

Com o agravamento da crise global, muitos investidores preferem investir seu capital em aplicações consideradas mais seguras, como títulos da dívida americana, ao invés de deixá-los em países emergentes e potencialmente instáveis, como o Brasil.

Este fenômeno fez as transações correntes do Brasil (diferença entre a quantidade de dólares que entra e sai do país) fecharem 2008 com um déficit de US$ 28,3 bilhões. Em 2006, este número foi favorável ao Brasil em US$ 13,6 bilhões e em 2007 foi positivo em US$ 1,6 bilhão.

Maior burocracia

Por meio de uma determinação do Siscomex, sistema que gerencia o comércio externo do Brasil, o governo vai exigir que todo importador obtenha, antes de fechar negócio, uma autorização especial chamada de LI (Licença para Importação). Este sistema já vigorou no Brasil nas décadas de 70 e 80 e visava proteger o país de um desequilíbrio nas frágeis contas externas brasileiras.

Desde os anos 90, porém, o Brasil vem liberalizando seu comércio exterior. A exigência de uma “autorização” para importar foi recebida debaixo uma chuva de críticas vinda dos setores da indústria nacional que dependem de componentes importados e mesmo pelos importadores.

Em nota publicada em seu site, a Abinee, associação que reúne fabricantes de eletrônicos, manifestou indignação com a decisão, que classificou como um retrocesso. O presidente da associação, que está na África acompanhando uma comitiva de empresários e o ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, disse que manifestou pessoalmente ao ministro seu desapontamento com a decisão.

A Abinee pede a suspensão imediata do sistema de autorizações para importar. Até a publicação da medida, qualquer importador podia fazer compras do exterior sem pedir permissão ao governo. Basta preencher uma guia de importação e pagar os impostos na Receita Federal.

Em nota, o presidente da Abinee, Humberto Barbato, diz que a medida “agravará ainda mais a já crítica situação dos fabricantes de eletroeletrônicos”. “Esperamos a revogação imediata desta medida, pois o setor produtivo não pode pagar mais este preço por mais um descontrole do governo”, escreveu Barbato.

Medida deve ser temporária

Após a forte reação negativa do mercado, o Ministério do Desenvolvimento divulgou nota dizendo que a exigência de autorização é temporária, não afeta todos os setores da economia e visa apenas melhorar a coleta de dados sobre comércio exterior para efeitos estatísticos.

O Ministério diz que não pretende voltar ao sistema vigente na década de 70 e que os pedidos de autorização para importar serão gradualmente suspensos.

Os integradores que dependem de chips e circuitos importados temem que a burocracia do governo entrave importações e os faça perder boas negociações no exterior. Há o temor de que as concessões de autorização possam levar até meses para serem assinadas pelos técnicos do governo, gerando custos extraordinários para a indústria brasileira.

Se o freio nas importações não for solucionado, industriais temem ver seus custos crescerem ainda mais – pois já subiram muito desde a alta do dólar – o que pode encarecer os eletrônicos vendidos no Brasil e, conseqüentemente, criar um ciclo negativo com preços mais altos, menos consumo e menos emprego.

Fonte: Info

Google cria recurso para ver Gmail offline

O Google Labs revelou novidades para permitir a seus usuários acessar contas do Gmail offline.

Embora acredite de forma quase religiosa na computação em nuvem, o Google anda preocupado com o acesso a seus serviços quando a conexão cai ou fica temporariamente indisponível.

Por isso, apresentou características que aperfeiçoam o conhecido sistema Google Gears.

Na prática, os novos recursos em teste permitem fazer um back up do Gmail no HD de seu PC e acessar seu e-mail pessoal sempre que quiser, mesmo se você estiver dentro de um avião sem acesso à web.

O recurso permite escrever mensagens, fazer pesquisas em e-mails antigos e reorganizar diretórios de contatos e mensagens.

Quando o PC se logar na web, o sistema vai disparar os e-mails escritos enquanto você esteve offline e atualizar seu back up com as novas informações produzidas sem conexão.

Outra característica permite ainda acessar dados do Gmail em seu HD quando a conexão está lenta demais. Então, o sistema ao invés de ir buscar um e-mail antigo na nuvem, prefere procurá-lo em seu disco rígido.

Quando a conexão apresentar melhor performance, nuvem e HD são sincronizados.

Fonte: Info

Tinta japonesa bloqueia ondas de Wi-Fi

A Universidade de Tóquio desenvolveu uma tinta capaz de bloquear frequências de Wi-Fi.

A EM-SEC, uma empresa especializada na proteção de redes corporativas, concluiu com sucesso os testes de produção de uma tinta de parede que impede seu sinal sem fio de vazar além muros e ser “furtada” por vizinhos.

Desenvolvida na Universidade de Tóquio, a tinta à base de alumínio e ferro oxidado absorve as ondas eletromagnéticas numa frequência que impede as pessoas vizinhas de acessar conexões alheias.

Tintas criadas anteriormente conseguiam limitar frequências de até 50GHz, algo insuficiente para bloquear Wi-Fi com segurança. A nova tintura, porém, garante o bloqueio de até 200GHz.

Um quilo da tinta vai custar US$ 14 nos Estados Unidos. Mais do que impedir intrusos de usar conexões alheias, a idéia principal é proteger redes fechadas do furto de dados e informações sigilosas.

Fonte: Info

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Notebook para Game

Quando a MSI anunciou na Consumer Electronics Show que um pacote de laptops vinha por aí, ninguém deu muita bola para o GT627. Agora que ele chegou às lojas gringas, todo gamer vai querer ter o seu.

Com tela de 15,4 polegadas e resolução de 1.680 por 1.050 pixels e boa configuração, o notebook deve fazer sucesso. Ele tem bateria de seis células, conexão Wi-Fi n, processador Core 2 Duo de até 2.4GHz, 320 GB, saída HDMI e Blu-ray opcional.

Mas a parte favorita daquele jogador fanático é, claro, a placa de vídeo, uma NVIDIA GeForce 9800M GS com 1GB de memória DDR3. Isso tudo em um laptop de 2,6 kg.

No meio de tantas boas notícias, o preço ainda não foi divulgado, o que pode deixar alguns gamers bem receosos pelo que vem por aí.

Photoshop pirata também espalha trojan

Assim com o iWork’09, uma versão pirata do Photosohop CS4 para Mac traz um cavalo-de-tróia camuflado.

A Intego, mesma empresa que identificou o malware embarcado no iWork pirata, localizou uma variação do cavalo-de-tróia, o OSX.Trojan.iServices.B, escondida no Adobe Photoshop CS4 pirata para Mac.

O código malicioso está anexado ao aplicativo "Adobe CS4 Crack", que vem junto com a versão ilegal do software baixada nas redes de Torrent.
Uma vez instalado, o malware envia IP e senha da máquina para o cracker. Segundo a Intego, o cavalo-de-tróia pode ser usado para perpetrar ataques de negação de serviço.

 

Fonte: Info

 

Você bem informado com o Google

O Google já é muito mais do que um nome. Trata-se de uma grande empresa, mas também de um celeiro fantástico de novidades e ferramentas úteis para a sociedade do conhecimento e da informação. Muitas vezes de graça, a empresa leva ao internauta a possibilidade de expandir seu horizonte cultural, ao mesmo tempo em que mantém firme sua marca.

A relação entre usuários dos serviços do Google e sua administração pode ser facilmente compreendida através das inúmeras alterações e inovações trazidas à internet, nitidamente surgidas e implementadas a partir de incentivos e opiniões de visitantes mundo afora. Não sei se foi esse o caso do Google Notícias.

A mídia tradicional escreve muito e escreve muito bem. A midia online também tem ótimos textos, opiniões e apuração de fatos. Como acompanhar tanto material, de forma organizada, simples e customizável? Assinar conteúdo através de RSS (Realy Simple Sindication) é uma boa saída, mas ainda assim deixamos de fora notícias relevantes. O Google Notícias amarra diversas seções em um grande jornal online, mas referenciando notícias de diferentes periódicos e momentos históricos.

Tudo muito facilmente customizável e gerenciável pelo usuário. Quantas notícias sobre esporte você quer ver ao entrar lá? Prefere que as notícias de economia e negócios apareçam primeiro? Ou será que o mais interessante é mesmo pesquisar as notícias por palavra e/ou assunto? As notícias veiculadas nos portais e jornais são rapidamente associadas à home do Google Notícias, o que garante informação a toda hora, minuto ou segundo.

Há também a possibilidade de se usar o alerta de notícias, um aplicativo do Google que monitora as notícias de acordo com palavras-chave desejadas e monta um e-mail com as principais referências do dia ou da semana. Assim, se você quer saber tudo sobre a fusão entre Itaú e Unibanco, basta digitar as palavras-chave Itaú e Unibanco e escolher a frequência de entrega do material em seu e-mail (diário ou semanal). Fácil e prático, não?

Você também pode usufruir das facilidades na navegação e pesquisas de notícias a partir de seu celular ou smartphone. Particularmente, acho esta neurose um exagero, mas conheço muita gente que já acessa diariamente o endereço http://mobile.google.com.br/ direto do smartphone para ter a notícia em primeiríssima mão. Como dizem, pode ser “uma mão na roda”.

O artigo é mesmo um grande obrigado ao Google, um intenso puxa-saquismo. Simplesmente porque os serviços aqui comentados facilitam, e muito, a tarefa de encontrar e usar referências para os textos do Dinheirama. O Google Notícias trouxe as redações dos jornais para a tela do meu computador. Certo, exageros à parte, visitar um endereço é muito mais fácil que ficar caçando notícias em portais e sites por ai. Né? Idéia óbvia, simples, mas brilhantemente executada. Obrigado Google!

Fonte: UnderGoogle

Notebook bom pra jogos

Olhando para o notebook S510, da LG, você nem dá muita coisa por ele. Mas atrás da carcaça pouco atrativa esconde-se uma configuração poderosa, pronta para se arriscar nos jogos mais pesados do momento. A responsável é a placa de vídeo GeForce 9600M GT, com 256 MB de memória dedicada. E, por falar em memória, eis outro grande diferencial do modelo: são 3 GB de RAM DDR3, com frequência de 1 066 MHz.

Completam um conjunto campeão o processador Core2Duo P8400, de 2,2 GHz, e o disco rígido de 250 GB. Com isso, a máquina alcançou a altíssima marca de 5,2 pontos no Índice de Experiência do Windows Vista Home Premium. Nos benchmarks de gráficos, a máquina chutou o balde – fez 5 645 pontos no 3DMark06, enquanto outros laptops na mesma faixa de preço, mas com vídeo onboard, não passaram de 900. Um exemplo é o elegante Vaio CS160A, da Sony.

Quando rodamos alguns games exigentes, como o Call of Juarez, da polonesa Techland, os resultados foram impressionantes: o notebook alcançou 8,6 quadros por segundo. Já no Crysis, o jogo que mais exige da placa de vídeo, é claro que ele não se virou com o pé nas costas. Mas, durante os testes, conseguimos jogar numa boa com os recursos no médio e sem anti-aliasing ligado.

 

Uma coisa diferente nesse notebook é o fato de ele não ser widescreen. Sua tela é de 15,3 polegadas, com resolução máxima de 1 440 por 900 pixels. Não é ruim, mas dá a impressão de ser pequeno para jogar. Aliás, todas as outras dimensões são enxutas (36 por 27 por 4 centímetros), levando em conta essa categoria de micros avançados. Embora não seja uma pluma para levar na mochila, uma máquina de 2,6 quilos não é nada para um gamer que está acostumado com laptops parrudos.

Outra qualidade do S510 está no áudio. Com música ou filmes tocando em volume médio, o som é cristalino e tem boa potência. Só começa a distorcer um pouco nos volumes mais altos, o que é comum para alto-falantes tão pequenos. Ao contrário do que esperávamos, por causa do desempenho acima da média, a bateria durou bastante – aguentou firme por 110 minutos no teste do Battery Eater.

As únicas reclamações ficam mesmo para o acabamento simples demais, com interior em preto fosco e tampa na cor prata, tudo meio sem graça. Além disso, alguns componentes parecem frágeis, como o botão de volume. A máquina também poderia ter duas portas USB a mais e uma FireWire cairia bem. O destaque, no quesito conectividade, é a porta eSATA, para transferências em alta velocidade (se você tiver um dispositivo nesse padrão, é claro).

 

Fonte: Info

BlogRovR mostra atualizações de blogs

O BlogRovR é um complemento interessante para quem curte blogs. Ele mostra as atualizações dos blogs preferidos do internauta na tela do navegador Firefox.

Para usar o BlogRovR, o internauta precisa se cadastrar no serviço, disponível na página da empresa. Em seguida, baixar e instalar um plug-in para configurar os blogs que mais gosta. O serviço suporta o cadastro de até 1000 blogs. Para facilitar a vida do internauta nesse processo, o plug-in oferece uma ferramenta que permite a importação de uma lista de blogs.

Feito isso, as atualizações dos blogs são mostradas num boxe ao lado direito da página web. Os boxes vêm num tamanho pré-determinado pelo BlogRovR, contudo, o internauta pode aumentar ou diminuir o tamanho deles, caso esteja muito ruim a leitura.

O único inconveniente do programa é que o internauta fica à mercê do BlogRovR no conteúdo apresentando nos boxes, pois é o software que escolhe o que vai aparecer - geralmente as atualizações mostradas são relacionadas ao conteúdo do site visitado. Outro problema: ele só funciona com um registro, o que gera uma burocracia na instalação.

Apesar desses detalhes negativos, o complemento é bastante interessante para quem acompanha diariamente uma lista interminável de blogs, pois faz o internauta deixar de visitar os blogs que não são atualizados.

Baixe o BlogRovR

 

Fonte: Info

Rede pode chegar a 100 Gigas em três anos

Um sistema que modula a transmissão de dados por fibra ótica deve aumentar a velocidade em 10 vezes até 2011.

Empresas do ramo já testam e investem no dinamismo da rede. A primeira a utilizar uma banda de 100 Gb por segundo de modo seguro foi a americana Ciena, que, no fim do ano passado, realizou um teste em uma distância de 80 quilômetros, junto ao Instituto de Tecnologia da Califórnia.

A empresa diz que a experiência de maior velocidade ajudará o preço dos bits por segundo se reduzirem – a expectativa é que eles custem cerca de três vezes menos do que hoje.

Nos dias atuais, a capacidade máxima de transmissão nas redes é de 10 Gigabytes por segundo, mas, de acordo com a expectativa de especialistas, a tendência de aumentar a velocidade 20% anualmente, pode se acentuar e chegar a 100 Gigabytes em três anos.

A velocidade deve chegar aos consumidores residenciais também, segundo perspectivas dos desenvolvedores da Ciena.

Fonte: Info

Google Zeitgeist - palavras mais buscadas de 2008

Oi pessoal, eu sou o Paulo do Marketing de Busca e venho com uma novidade interessante do Google. Saiu o Zeitgeist que é a relação de palavras mais buscadas no ano de 2008 e mostra os principais interesses dos brasileiros na web, as buscas que cresceram mais rapidamente, e o dia a dia de quem acompanha futebol, política, economia e as celebridades. Este ano foi agitado por eleições municipais, olimpíadas, crise econômica, eleições norte-americanas e muitas novidades. Veja a relação do Brasil.

Termos que mais cresceram

orkut
jogos
download
fotos
youtube
videos
musicas
musica
msn
globo

Palavras mais pesquisadas

jogos de meninas
naruto
you tube
claro
youtube
jogos jogo
esporte
tradutor
o dia

Produtos Google

google maps
tradutor
google earth
orkut
google videos
google talk
youtube
chrome
gmail
google toolbar

Futebol

são paulo futebol
santos
futebol ao vivo
futebol feminino
palmeiras
flamengo
futebol americano federação paulista
corinthians
campeonato brasileiro

Eleições 2008

resultado
vereadores
candidatos
apuração
eleição municipal
eleição para prefeito
obama
lei seca
tribunal superior eleitoral
lula

Celebridades

juliana paes
juliana knust
malu mader
dudu azevedo
britney spears
amy winehouse
deborah seco
vanessa hudgens
sabrina sato
michael buble

No Mundo, as buscas que mais cresceram no interesse global este ano foram sobre eventos como as Olimpíadas de Beijing e o campeonato Euro 2008, além de vários políticos norte-americanos e sites de redes sociais internacionais.

E você? Procurou muito estas palavras?

Fonte: UnderGoogle