quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Bateria futurista pode usar apenas glicose

Já pensou em carregar seu gadget com açúcar? Em Tóquio, no Japão, a Sony demonstrou publicamente, ontem (25) pela primeira vez, a nova bateria que utiliza glicose para gerar eletricidade.

Com funcionamento similar ao metabolismo humano, a ‘biobateria’ utiliza três células cúbicas capazes de originar até 70mW de energia por meio da fórmula molecular C6H12O6 – a popular glicose, encontrada em frutas e no açúcar.

Na demonstração da empresa japonesa, os testadores alimentaram um pequeno ventilador e um tocador de música por meio de uma bebida. Segundo a companhia, muitos aparelhos eletrônicos podem ser inteiramente recarregados por esta fonte ecológica.

O dispositivo usa um anodo (pólo negativo de uma fonte eletrolítica) com uma capacidade de digerir enzimas de açúcar e um mediador, e também um catodo (que auxilia o condutor), compreendendo enzimas de redução de oxigênio e outro mediador. Ambos são separados por um separador de celofane.

Anunciado pela primeira vez em agosto de 2007, em Boston, no evento 234th American Chemical Society  National Meeting & Exposition, a eco-bateria aumentou sua capacidade energética e, de acordo com a Sony, a durabilidade e a potência continuarão se expandindo por meio de estudos e experimentos na área.

A apresentação fez parte do International Hydrogen and Fuel Expo, que acontece até sexta-feira (27) na capital japonesa, onde mais de 925 exibidores compartilham experiências em busca de soluções ecológicas para obtenção de energia.

 

Nenhum comentário: