quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Lojas da Vivo recebem seu celular antigo

Há pessoas que têm um profundo apego por coisas materiais, principalmente gadgets. Aqueles que já estão no quinto ou sexto celular, mas que se recusam a descartá-los – desde o tijolão de meados dos anos 90, até um smartphone de início de carreira, que foi trocado por dispositivo com wi-Fi, 3G, GPS e cia.

Mas quem não quer fazer um museu tecnológico na sua casa e – de quebra – cooperar com o meio ambiente, deve levar seu aparelho obsoleto para reciclagem em postos de coleta. A operadora Vivo, por exemplo, possui 3,4 mil unidades no Brasil, entre lojas oficias e autorizadas. O programa recebe o nome de Vivo Recicle Seu Celular.

É possível fazer a reciclagem de celulares, de seus acessórios e de baterias. Só neste ano, de acordo com a operadora, foram mais 1 milhão de itens encaminhados para o descarte adequado. O recurso obtido com a ação é revertido para projetos que ajudam a preservar a natureza mantidos pelo Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPE).

Para o programa, a Vivo mantém parceria com a Belmont Trading, empresa responsável pela coleta, triagem e descarte adequado destes equipamentos. Cerca de 90% dos aparelhos coletados são reciclados e 10% são reaproveitados e revendidos em outros países, excluindo América Latina. Segundo a empresa, a cada quilo de aparelhos coletados, 650 gramas de metal e 200 gramas de plásticos são reciclados – cerca de 80% dos materiais. Eles podem ser reaproveitados retornando ao mercado para a produção de outros produtos.

Vamos trocar ideias
Entre as outras iniciativas da operadora, está o hotsite Vamos Trocar Ideias, que estimula pessoas a compartilhar para sustentabilidade. Baseado na web 2.0, os usuários adicionam e compartilham idéias.

Nenhum comentário: