terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Microsoft joga para salvar Windows Mobile

A Microsoft tenta reverter o declínio do Windows Mobile ao preparar uma loja de aplicativos para o sistema móvel.

Nesta segunda (9), o jornal Wall Street Jornal antecipou que a Microsoft prepara uma loja de aplicativos para seu sistema operacional móvel Windows Mobile.

Quando se confirmar, a loja colocará a plataforma da Microsoft no mesmo modelo em que está o iPhone e o G1, com aplicações desenvolvidas por terceiros para as plataformas da Apple e Android, do Google.

A loja só deve ficar disponível para smartphones com a nova versão do Mobile, o Windows Mobile 6.5, que promete novidades como interface mais adaptada para dispositivos com tela sensível ao toque.

A loja da Microsoft representa uma mudança na estratégia da empresa para plataformas móveis e a admissão de que é preciso aceitar aplicativos de terceiros, como já fazem outras plataformas móveis. A decisão visa reverter uma contínua perda de consumidores para outros sistemas móveis.

Há um ano, o CEO da Microsoft, Steve Ballmer, chegou a ironizar o Android ao dizer que o sistema suportado pelo Google era apenas “um press release” enquanto o Windows seria uma realidade com “milhões de usuários”. Poucos meses após a controversa declaração, a Microsoft viu o market share de seu sistema móvel encolher e os rivais ganharem espaço no mercado.

Os resultados decepcionantes revelados pela Microsoft no último trimestre se deveram, entre outros fatores, ao fato da companhia não vender tantas licenças do Windows Mobile quanto o projetado inicialmente.

Nenhum comentário: