terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Para MS, novo IE pode salvar Windows Mobile

Ao apresentar as funcionalidades da versão 6.5 do Windows Mobile, o CEO da Microsoft, Steve Ballmer, deu destaque para as novidades do Internet Explorer.

Na atualização do sistema operacional para celulares, a versão móvel do navegador foi a aplicação que recebeu mais atenção por parte da companhia. Entre as principais novidades estão recursos que permitem ao Internet Explorer Mobile suportar animações em Flash e códigos complexos em JavaScript.

As mudanças permitirão que o IE suporte até a versão mais recente do Flash, o Flash 10, o que torna possível ter no celular uma experiência de navegação mais próxima da que temos no desktop.

A mudança de maior impacto, porém, é o suporte a aplicações complexas em JavaScript. Este recurso permitirá a usuários do Windows Mobile acessar aplicações na nuvem que usam a linguagem.

Outro recurso novo oferece um botão de zoom in/out no navegador. Quando usuários navegam em sites que não possuem versão mobile, o zoom in/out facilita em muito a navegação. Um mapa vai mostrar ainda no canto da tela em que pedaço do site o zoom está, se no alto, embaixo, à direita ou esquerda.

As mudanças no IE indicam que a Microsoft acredita que o celular será usado assiduamente para navegação na web. Assim, ao reforçar as características do browser, a companhia acredita que aumenta as chances do Windows Mobile 6.5 resistir aos avanços de concorrentes como Android e iPhone.

O novo Internet Explorer Mobile oferece características para suportar aplicações de e-commerce. A ideia da Microsoft é que seu browser móvel se torne uma referência para quem deseja desenvolver aplicações como compra de ingressos e passagens aéreas pela web móvel.

Um dos exemplos exibidos pela Microsoft em conferência de telefonia em Barcelona é uma aplicação que permite checar pelo browser os horários de vôos.

Se conseguir fazer o IE Mobile tornar-se uma referência de navegação fácil e completa por celulares, a Microsoft acredita que terá uma posição muito privilegiada para impor seu sistema operacional a integradores de celular.

Atualmente, esta preferência cabe ao iPhone da Apple, que sozinho responde por 32% dos acessos móveis à internet, segundo estudo da empresa de publicidade móvel AdMob. Celulares com Symbiam respondem por outros 41% dos acessos móveis à web. O Windows Mobile e seu Explorer móvel aparece com apenas 9%, atrás ainda do browser da RIM, que detém 11% do mercado e é usado em celulares BlackBerry.

Celulares com Windows Mobile 6.5 devem chegar ao mercado consumidor só no segundo semestre deste ano.

 

Nenhum comentário: