sexta-feira, 6 de março de 2009

HP inaugura no Brasil primeiro centro de reciclagem de cartuchos da América Latina

Produtos da marca serão processados, transformados em resina e retornarão à cadeia produtiva em novos produtos HP

 

A HP Brasil anuncia o início das operações de seu primeiro centro de reciclagem de cartuchos do Brasil e da América Latina, localizado na fábrica de impressoras HP, em Sorocaba, no interior de São Paulo. O centro tem capacidade para receber 1,2 milhão de cartuchos por ano e processar os produtos que voltarão à cadeia produtiva como matéria-prima para novos cartuchos e peças de impressoras novas.

A previsão da empresa é reciclar no primeiro mês cerca de 30 mil unidades, vindas principalmente de seu programa Planet Partners, de coleta de cartuchos e toners para a reciclagem junto a clientes corporativos. “A HP não só investe em tecnologias inovadoras para garantir produtos, serviços e soluções de qualidade, segurança e alta tecnologia, como também está totalmente comprometida com o meio ambiente e em manter operações sustentáveis”, afirma Mário Anseloni, presidente da HP Brasil.

“O Centro de Reciclagem de Cartuchos faz parte do Programa Integrado de Sustentabilidade da HP Brasil que, por meio de investimentos em pesquisas e capacitação, consolida o elo sustentável de nossa cadeia produtiva” afirma Kami Saidi, diretor de Operações da HP para o Mercosul e diretor do Comitê de Sustentabilidade Ambiental da HP Brasil. ”Os processos de desenvolvimento de nossos produtos e insumos de impressão já são desenhados para possibilitar a adequada reciclagem e o retorno da matéria-prima à linha de nossa própria produção. O conjunto destas iniciativas capacita a HP a oferecer produtos sustentáveis com segurança e qualidade.”A iniciativa de abrigar o Centro de Reciclagem de Cartuchos no Brasil vai ao encontro da  adequação logística de sua manufatura de impressoras localizada no país associada ao histórico de ações ambientais. Em 2006, a HP Brasil criou um modelo inédito de calço de polpa utilizado nas laterais da embalagem para proteção do produto, composto por papéis em testes de impressão da companhia utilizado nas embalagens de impressoras fabricadas no Brasil (saiba mais abaixo) .

Em sua segunda fase, o Centro de Reciclagem de Cartuchos contará com o Environmental Innovation Lab, que desenvolverá pesquisas e análises de suprimentos utilizados na fabricação dos produtos. O principal objetivo do laboratório é desenvolver processos de reintegração dos materiais utilizando o conceito end-to-end, em que seus produtos e suprimentos , quando obsoletos, são tratados pelos programas de reciclagem da companhia e retornam à cadeia produtiva.

A HP oferece um serviço gratuito de coleta para cartuchos e toners genuínos da marca. A empresa atende solicitações de, no mínimo, cinco peças e os interessados podem solicitar a coleta pelo e-mail recoleta.cartuchos@hp.com .

Qualidade e segurança para usuários

É possível reciclar 100% do corpo do cartucho de tintas. Por meio do programa batizado de Planet Partners, as unidades recolhidas passarão por um processo multifásico de reciclagem. O material reciclado em pequenas partículas será enviado para uma empresa homologada e parceira da HP com a tecnologia necessária para transformar o material em resina, junto com fibra de vidro e material de garrafas Pet. A resina, por sua vez, será injetada na produção de novos cartuchos e partes de impressoras.

No Brasil, estudos recentes já permitem a fabricação de modelos multifuncionais com material reciclado. As partes e peças foram desenvolvidas pela equipe de Engenharia de Pesquisa & Desenvolvimento da HP Brasil, que fez testes e as adaptou para que tivessem as mesmas características e propriedades de material virgem.

“Ao reciclar seus cartuchos, a HP economiza energia, mantém o plástico longe dos aterros sanitários e evita a reinserção de produtos que não contenham a garantia da qualidade, segurança, eficiência e conformidade de normas ambientais encontradas em seus suprimentos de impressão originais”, explica Fernando Lewis, vice-presidente do Grupo de Imagem e Impressão da HP Brasil.

Calço de polpa

No modelo desenvolvido pela subsidiária brasileira da HP, o tradicional isopor utilizado nas laterais da embalagem para proteção do produto, foi substituído por um composto de polpa, fibra de côco e cana-de-açúcar. Neste processo, a empresa reaproveita os papéis utilizados nos testes de impressoras em sua fábrica no país.

Desde 2006, a reciclagem desses papéis já resultou em mais de 4,5 milhões de calços, que substituíram o isopor nas embalagens de impressoras HP produzidas no Brasil. Só em 2008, cerca de 7,5 toneladas de papel foram transformados na produção de calços.

A meta de redução no consumo de papel nos escritórios da HP em 1%, potencializada também pela impressão nos dois lados da mesma folha a partir de 2007, e a utilização do papel reciclado em todos os seus escritórios traduzem o engajamento da empresa no uso consciente de insumos da natureza pelos seus funcionários.

Sobre a HP

A HP, maior companhia de tecnologia do mundo, fornece impressoras, computadores pessoais, softwares, serviços e infraestrutura de TI que simplificam a experiência de consumidores e empresas com a tecnologia. Para obter mais informações sobre a HP (NYSE:HPQ), visite o site http://www.hp.com/ .

Nota aos editores: Mais notícias sobre a HP, incluindo links para RSS feeds, estão disponíveis em http://www.hp.com/hpinfo/newsroom/ .

 

Nenhum comentário: