sexta-feira, 6 de março de 2009

Mercado negro para o iPhone já!

A Apple tanto insistiu nas suas restrições e picuinhas na App Store que fez por merecer o que acaba de ganhar: um mercado negro onde serão vendidos os aplicativos rejeitados pela loja oficial do iPhone.

Não estou falando aqui em favor da falta de bom senso nem dizendo que a Apple deveria aceitar qualquer aplicativo indiscriminadamente. Mas, justiça seja feita, até hoje muita coisa boa foi banida da App Store por motivos obscuros e totalmente arbitrários.

O que há de potencialmente ofensivo em um aplicativo para assistir episódios do SouthPark no iPhone? A única ofendida na história seria a Apple, que afinal contas, vende na sua loja os episódios que os próprios criadores queria oferecer de graça. E qual é o crime do Opera Mini, se não desafiar o próprio navegador da Apple?

De outro lado, aplicativos de gosto no mínimo duvidoso, como o iFart, se proliferam na App Store. Nada contra quem aprecia e se diverte com os falsos flatos, mas, honestamente, o que é mais ofensivo: um aplicativo que simula gases ou um aplicativo decente para download de podcasts (não aquele capenga que veio com a última atualização da Apple)?

A lista de banidos é longa e diversificada. Claro que há casos que dão margem para discussão, como o Murderdrome, história em quadrinhos considerada violenta demais pro padrões da loja, mas a imensa maioria são aplicativos injustamente proibidos simplesmente por duplicar funções – em geral, com mais competência – já oferecidas pela Apple no aparelho.

Sem falar nas funções inéditas no aparelho – e extremamente úteis – que são negadas aos usuários, como o Lockdown, que permite proteger aplicativos individualmente por senha. Por que diabos um aplicativo desses não entra na App Store? Tá lá no Cydia, de graça...

Assim sendo, que venha a Cydia Store e tantas outras. Se é isso que é necessário para que a Apple reavalie sua política nonsense de aprovação de aplicativos para o iPhone, vida longa ao mercado negro no iPhone.

Nenhum comentário: