quinta-feira, 12 de março de 2009

Novas baterias se recarregam em segundos

Engenheiros americanos descobriram como produzir baterias de lítio menores, mais leves, com vida útil mais longa e capazes de se recarregarem em segundos.

Os cientistas acreditam que as novas baterias permitirão o desenvolvimento de novos eletrônicos, incluindo sistemas de energia para carros elétricos.

Devido ao fato de eles utilizarem materias convencionais de uma forma inédita, as baterias poderão chegar ao mercado nos próximos dois ou três anos, de acordo com a equipe do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, que publicou a novidade no jornal Nature.

Até agora, as baterias de lítio recarregáveis conseguem armazenar uma grande quantidade de energia, mas elas são “mesquinhas” ao liberarem sua potência, portanto fornecem eletricidade de forma lenta e demoram horas para serem recarregadas.

Os engenheiros costumavam culpar os lentos íons de lítio pela ineficácia das baterias.

Há cinco anos, Gerbrand Ceder e uma equipe do MIT descobriram que os íons de lítio encontrados em baterias que usam fosfato de ferro de lítio na verdade se movem rapidamente.

Ceder e seus colegas então chegaram à conclusão de que os íons de lítio atravessam túneis acessados a partir da superfície do material. Se o íon está perto da abertura que dá para o túnel, rapidamente ele fornece energia. Mas se o íon não está perto da entrada, ele não consegue de movimentar e falha em prover energia

Criando diversos túneis lisos no material, os cientistas ajudaram os íons a se movimentarem mais facilmente.

A partir dessa técnica, foi possível fabricar uma bateria minúscula que demora de dez a 20 segundos para se recarregar completamente. 

 

Nenhum comentário: