quinta-feira, 12 de março de 2009

Relógio de Lincoln guardava mensagem secreta

Um relógio de ouro que pertenceu a Abraham Lincoln carrega uma mensagem sinalizando o início da Guerra Civil americana.

O presidente, entretanto, nunca soube da inscrição secreta revelada nesta quinta-feira (12/03) pelo Museu Nacional de História dos EUA.

A gravação foi feita pelo relojoeiro Jonathan Dillon em 13 de abril de 1861 e diz: “O Forte Sumpter foi atacado pelos rebeldes” e “graças a Deus nós temos um governo.”

O museu afirmou que decidiu abrir o relógio para verificar se realmente existia uma mensagem dentro dele após ser contatado pelo tataraneto do relojoeiro, Doug Stiles, que vive em Waukegan, Illinois.

A Guerra Civil americana começou quando as tropas confederadas do sul atiraram no Forte Sumter, em Charleston, South Carolina, no dia 12 de abril de 1861.

Quase meio século mais tarde, o relojoeiro contou ao jornal New York Times que estava consertando o relógio de Lincoln quando ouviu a notícia de que os primeiros tiros da Guerra Civil haviam sido disparados.

Dillon disse que desparafusou o mostrador do objeto e utilizou um instrumento afiado para registrar a importante data no relógio do presidente.

“Lincoln nunca ficou sabendo da mensagem guardada no seu bolso”, afirmou Brent Glass, diretor do Museu Nacional de História dos EUA em comunicado.

 

Nenhum comentário: