quinta-feira, 30 de abril de 2009

´Google´ é termo mais buscado no Live Search

A maior prova da supremacia do Google perante o serviço de buscas da Microsoft está na última pesquisa da Hitwise. Segundo o site analista de dados, o termo mais pesquisado no Live Search é o... Google.

Cerca de 1,02% de todas as buscas do site da empresa de Steve Ballmer são referentes à palavra “Google”. O segundo termo mais pesquisado, por sua vez, é o “Yahoo”, que, por coincidência ou não, tem o segundo site de buscas mais popular da rede.

Nas buscas do Yahoo!,  “Google”, com 0,66%, ocupa a segunda posição dentre os mais pesquisados, perdendo apenas para “MySpace”, que esteve presente em 0,73% das consultas.

O curioso é que, no próprio sistema de buscas da empresa de Sergey Brin e Larry Page, “Google” está na décima posição de palavra mais acionada, de acordo com a Hitwise.com.

No Google, o termo líder nas buscas é “Craiglist”, referente ao site de classificados mais popular nos Estados Unidos, que representa 0,45% das buscas. O Yahoo ocupa a quarta e quinta colocação, com os termos “Yahoo Mail” e “Yahoo”, respectivamente.

Confira as cinco primeiras posições do site de busca de cada empresa, em ordem de popularidade:

 

Google

Craigslist (0.45%)

MySpace (0.41%)

Facebook (0.34%)

Yahoo Mail (0.24%)

Yahoo (0.22%)

 

Yahoo Search

MySpace (0.73%)

Google (0.66%)

Craigslist (0.59%)

Facebook (0.52%)

MySpace.com (0.42%)

 

Microsoft Live Search

Google (1.02%)

Yahoo (0.61%)

MySpace (0.53%)

Yahoo.com (0.48%)

Facebook (0.45%)

 

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Nikon D80 clica fotos excelentes em instantes

O investimento numa câmera reflex não é qualquer coisa. Além de ficar esperto no preço, é bom olhar durabilidade, compatibilidade com equipamentos externos e, claro, a qualidade das fotos que ela tira. Atualmente, uma das melhores câmeras para se comprar, levando em conta a relação entre custo e benefício, é a D80, da Nikon. Há alguns meses ela custava 2 mil reais a mais, e a mudança de preço foi tão brusca porque a D90, sua sucessora, chegou ao mercado. Ou seja, você paga 3 353 reais numa máquina com estrutura e qualidade de uma bem mais cara. Só para deixar claro, esse preço é só do corpo. Há kits que vêm com objetivas junto, mas elas costumam ser de material ruim.

A reputação da D80 é indiscutível no meio fotográfico. A qualidade das fotos é condizente com uma reflex de 10 megapixels. Isso significa imagens com ótimos detalhes, nitidez e balanço de cores. É suficiente para deixar até os mais exigentes de boca aberta. Claro que, como em qualquer SLR, a objetiva usada conta tanto quanto a câmera. Para ser mais exato, o sensor da D80 é de 23,6 por 15,8 mm (3,72 cm²) e tem 10,2 megapixels.

Nesse mercado, quem concorre com as Nikon desse porte são, essencialmente, as câmeras da Sony e, sobretudo, as da Canon. Mais especificamente, os modelos DLSR-A200 e DLSR-A350, da Sony, e as máquinas Rebel Xs, Rebel Xsi, e 40D, da Canon. Dentre todas essas, nenhuma é tão rápida quanto a D80.

O tempo para se ligar a câmera, até ela ficar pronta para disparar fotos, não existe – é instantâneo. O foco, quando ajustado no automático, também é super veloz. Fotografias são batidas e armazenadas no cartão de memória em tempos impressionantes. No modo burst, 110 cliques saem em 33 segundos. O engraçado é que, depois de bater as 110 fotos, não tem aquele comum tempo de gravação na memória. Ou seja, pode-se fazer um burst após o outro, sem ter de esperar as fotos irem para a unidade de armazenamento, o que ocorre nas outras câmeras.


Uma câmera de pegada

O que agrada nessa câmera, mais que nos modelos da Canon, é a ergonomia. Além de ter uma empunhadura quase perfeita, há dois botões de rolagem, um para controlar a velocidade de abertura da cortina e outro para a abertura do diafragma. Um fica no dedo médio e o outro no dedão da mão direita. A configuração da foto fica mais fácil e ágil, sem precisar tirar o olho do visor e nem o indicador do botão de disparo. Ela pesa 676 gramas, sem contar a objetiva, às vezes mais pesada que a própria câmera.

A D80 é classificada não como um modelo amador avançado, mas sim como um semiprofissional. Isso não só pela construção e pelos controles manuais, mas também pela durabilidade dos seus componentes – especialmente do obturador, que deve resistir aproximadamente 100 mil fotos.

O visor ocular é excelente, com um quadro completo de informações. O visor de cima, ao lado do botão de disparo, também lista toda a configuração de foto. Aqui no, não conseguimos encontrar nenhuma função fora desse mostrador. Além disso, ele possui luz própria para ser visto no escuro. A tela de LCD é realmente boa. Tem 2,5 polegadas, menus de acesso fácil e ângulo de visão de 170°. Todo comando de configuração de foto (como ISO, balanço de brancos e foco) é facilmente acessado, na maioria das vezes por um botão dedicado.


Imagens de babar

A qualidade das fotografias, como em qualquer máquina SLR das melhores marcas, é surpreendente. O sistema de foco é de 11 pontos. A D80, porém, tem um desempenho pior nos ambientes escuros que as concorrentes. Para melhorar um pouco, ela conta com o recurso NR (Noise Reduction), que diminui o ruído das fotos feitas em altas sensibilidades. O problema é que os detalhes também acabam sendo suavizados. O ISO pode ser configurado de 100 a 1 600.

Os formatos de gravação de imagem são em RAW ou JPEG. Neste último, há diversos níveis de compressão. Quando as fotos são batidas no formato RAW, algumas coisas mudam. A começar pela velocidade do modo burst – faz 3,1 quadros por segundo, mas registra um máximo de 6 por clique. Na edição das fotos feitas na própria câmera, a fotografia original nunca é mudada, sendo que a modificada é salva como um arquivo novo. As imagens no formato RAW podem ser editadas, mas sua cópia é salva em JPEG.

O flash interno quebra o galho para quem está desprevenido ou não costuma carregar um externo. Ele tem alcance de 13 metros e tem sincronismo com velocidade de até 1/200 segundos. As velocidades automáticas máximas da câmera são de 30 segundos e 1/4000 segundos – nada tão impressionante.

Atualmente há câmeras com o LiveView, recurso que possibilita usar o visor de LCD para bater as fotos no lugar do óptico, assim como nas compactas. Essa tecnologia não existe na D80, mas geralmente não faz muita falta numa SLR. Só atrapalha mesmo em momentos nos quais é impossível manter o olho no visor para focalizar determinado ângulo. Também é possível reclamar da falta de um limpador de sensor.

Veja nos links abaixo as especificações completa da Nikon D80 e suas concorrentes.

Nikon D80

http://www.testfreaks.com.br/cameras-digitais/nikon-d80/

Canon EOS 40D

http://www.testfreaks.com.br/cameras-digitais/canon-eos-40d/

Sony DSLR A200

http://www.testfreaks.com.br/cameras-digitais/sony-dslr-a200/

terça-feira, 28 de abril de 2009

FTC dá ultimato a empresas de internet

Empresas que investigam o comportamento online sem a autorização dos internautas para oferecer espaços de anúncios direcionados terão uma “última chance” para se adaptar às leis, declarou o presidente da Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC) nesta segunfa-feira (27/04).

Defensores dos direitos de privacidade argumentam que a política de companhias de internet e de telefonia, como a AT&T e o Google, dão a esse tipo de empresas um excessivo controle sobre dados pessoais dos seus clientes e usuários.

 “A indústria está a ponto de deixar claro que é capaz de policiar a si mesma”, afirmou Jon Leibowitz, presidente da FTC.

No começo do ano, a FTC apresentou uma série de normas direcionadas a sites, pedindo que as informações relacionadas aos internautas e coletadas quando eles realizam pesquisas online só sejam utilizadas com a aprovação deles.

 

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Web móvel se populariza com modelos antigos

O tráfego global de dados por rede de celulares continuou a crescer no ritmo mais rápido dos últimos 10 meses em março, mas em muitos países o movimento está vindo de aparelhos antigos, informou a companhia de pesquisa na Internet Opera nesta segunda-feira.

O tráfego de dados por meio do navegador móvel da Opera aumentou em março em 19,3 por cento frente ao mês anterior, o ritmo mais rápido desde maio de 2008, segundo a Opera.

Operadores de telefonia sem fio estão dispostos a elevar a receita a partir de busca na Internet e do boom de redes sociais, já que a arrecadação com chamadas de voz tradicionais está caindo.

O movimento de dados em redes de operadores móveis aumentou em média 4,7 vezes desde o ano passado, motivado pelo uso de cartões de conexão em laptops, segundo a Nokia Siemens.

A Nokia Siemens e as concorrentes Ericsson e Alcatel-Lucent, que sofreram nos últimos anos com os preços agressivos de companhias asiáticas como a Huawei , também estão buscando o aumento do tráfego de dados.

A Opera tem 23 milhões de usuários do seu mini-navegador, que acessam a Internet através dos servidores do Opera. Eles geraram mais de 148 milhões de megabytes em tráfego de dados para operadores no mundo inteiro em março.

A companhia informou em seu relatório mensal de Internet móvel que o modelo N70 da Nokia, um smartphone mais barato lançado há 4 anos, liderava a geração de tráfego de Internet na Índia, Indonésia e Nigéria.

O N70 foi lançado poucos meses após a fundação do YouTube e dois anos antes da Apple lançar o iPhone.

 

Aspire One versus Eee PC 900. Quem pode mais?


Comparativo com o novo minilaptop da Acer, o Aspire One. Lado a lado com um Eee PC 900, a maquininha impressionou pelo bom acabamento e pelo tamanho confortável do teclado e da tela de 8,9 polegadas.O pequenino já é encontrado numa Santa Ifigênia da vida por cerca de 1 100 reais, na configuração com processador Intel Atom de 1,6 GHz, 1 GB de RAM, disco rígido de 120 GB e rodando Windows XP.A relação custo/benefício é das melhores para esse tipo de produto.
O Eee PC, por exemplo, sai pelo mesmo preço, mas tem chip Celeron de 900 MHz, memória de 1 GB, SSD de 20 GB e vem com Linux. O Aspire One é um pouco mais largo que o modelo da Asus, fazendo as teclas ficarem mais bem espaçadas. Pela qualidade das imagens, a tela brilhante do micrinho da Acer dá um banho na fosca do Eee PC. Um pequeno detalhe faz a diferença a favor da Asus no quesito ergonomia. Seu modelo tem o teclado inclinado, proporcionando mais conforto na hora de apoiar as mãos.
As teclas do Aspire ficam numa base reta, o que incomoda depois de algum tempo digitando.
Apesar da diferença de armazenamento e processamento entre os 2 minis eles são muito bons, e baratos.

Confira o Review completo dos dois netbooks:

http://www.testfreaks.com.br/netbooks/acer-aspire-one-110166/

http://www.testfreaks.com.br/netbooks/asus-eee-pc-900/

Windows 7 terá ´modo XP´ virtualizado

A Microsoft revelou uma nova arma em seu esforço para fazer os usuários desistirem do XP e migrarem para um sistema operacional mais novo: o modo XP.

O engenheiro de Windows Scott Woodgate anunciou, em blog corporativo, que a Microsoft trabalha num recurso que vai carregar o XP dentro do vindouro Windows 7 usando ferramentas de virtualização.

Leia também:

A tecnologia usada será o Virtual PC, um aplicativo de virtualização que a Microsoft adquiriu de seus criadores em 2003. Segundo Scott, a ideia do “Modo XP” é encorajar, sobretudo, as pequenas empresas que possuem aplicativos antigos e temem que eles não sejam compatíveis com o novo sistema operacional da Microsoft.

O recurso, no entanto, pode ter forte impacto também sobre usuários finais. Muitos consumidores possuem aplicativos antigos ou mesmo um hardware que comprou há muito tempo – como um velho scanner – e teme mudar de sistema operacional e não conseguir usá-los mais.

O anúncio do XP mode causou certa surpresa, pois não apareceu antes na versão beta do Windows 7 nem é previsto aparecer no RC1 do novo Windows, que provavelmente será liberado pela Microsoft em 5 de maio.

Em seu post, no entanto, Woodgate deixa transparecer que o modo XP só ficará disponível para quem comprar as mais caras das seis versões do Windows 7, a Ultimate ou Professional.

 “Nós vamos apresentar em breve o beta do Windows XP Mode e do Windows Virtual PC para Windows 7 Professional e Windows 7 Ultimate”, anotou o engenheiro da Microsoft.

A longa sobrevida do XP tornou-se um grande problema para a Microsoft, que não conseguiu fazer o Windows Vista ser adotado na velocidade e quantidade de licenças que a fabricante projetou.

Agora, a companhia tenta reverter, no Windows 7, dois pontos principais de resistências ao Vista: uma delas é a compatibilidade com software e hardware e outra o tempo de boot, considerado longo demais no Vista.

 

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Top 20 dos vírus em março, segundo Kaspersky

A Kaspersky liberou hoje a lista das vinte principais pragas que circularam pela internet no mês de março de 2009. A pesquisa é realizada com base nos dados fornecidos pela Kaspersky Security Network (KSN). Veja as considerações da empresa de segurança:

O primeiro lugar é do vírus Net-Worm.Win32.Kido.ih, que ficou mundialmente famoso com o nome de Conficker. Porém, a empresa de segurança ressalta que os dias do Conficker estão contados e que ele não deve aparecer em futuros rankings: pelo menos atualmente, o worm é incapaz de se propagar pela rede.

 

O Trojan-Dropper.Win32.Flystud.ko, que aparece na nona posição é um típico representante dos cavalos-de-troia que têm como objetivo instalar programinhas similares sem que o usuário perceba. Ele está escrito na linguagem de scripts FlyStudio que, junto com AutoIt, é um dos mais populares entre os cibercriminosos. O país de origem do FlyStudio e dos programas malicioso escritos com a sua ajuda é a China.

Sobre a popularidade do AutoIt, que aparece em terceiro lugar: o troiano, que tem presença firmada há tempos na lista Top 20, ganhou em março um primo da mesma classe, o Trojan.Win32.Autoit.xp, que aparece em 20º.

No final do ranking, também estão figuras novas como Packed.Win32.Katusha.a (18º) e Trojan.Win32.Ramag.a (19º). O “Katusha” detecta determinados tipos de programas fraudulentos FraudTools e seus carregadores. Já o cavalo-de-troia Ramag.a é um arquivo WinRAR modificado que, por conta própria, não pode causar danos ao equipamento do usuário, mas funciona muito bem como meio de contágio de outros programas maliciosos.

 

Segundo a Kaspersky, há uma quantidade menor de carregadores de scripts registrada no mês de março do que habitualmente: somente o Trojan.JS.Agent.ty com o iframe, que figura na 14ª posição.

Todo malware e adware potencialmente perigosos presentes na lista do mês de março podem ser agrupados de acordo com a classe de ameaça que representam. Se feito isso, é possível constatar que sua proporção quase não mudou durante os últimos três meses já que o percentual de programas capazes de se reproduzirem continua alto.

Em março foram detectadas 45.857 denominações novas de programas nocivos, adware e potencialmente perigosos, número que quase não se diferencia do mês anterior. Dados do Brasil
Dmitry Bestuzhev, analista de vírus sênior da empresa, comentou o cenário da América Latina e, mais exclusivamente, Brasil. Um dado interessante é que o Brasil foi o segundo país com maior número de incidência de ataques no Conficker, ficando com 11% do total. Em primeiro lugar veio a China, que respondeu por 35% dos ataques.

Apesar disso, o Conficker não aparece no Top 5 dos vírus que afetaram a internet brasileira. Sua fama deu lugar a um worm que ataca clientes do Bradesco. Escrito em Delphi, ele que grava até o movimento do mouse do usuário.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

AMD téra processador com 16 núcleos em 2011

A AMD revelou planos ambiciosos de comercializar, já em 2011, processadores com 16 núcleos construídos em uma arquitetura de 32 namômetros.

O plano foi apresentado nesta semana, junto com a estreia de uma nova versão de seu chip de oito núcleos Opteron. Pelas contas da AMD, será possível comercializar processadores com 12 núcleos ano que vem e chegar ao chip de 16 pontos de processamento daqui a dois anos.

Os chips Opteron são usados atualmente para servidores, mas avalia que o uso de chips com 8, 12 e 16 núcleos deve popularizar-se entre os desktops ao longo dos próximos anos, dando aos computadores de mesa uma capacidade de processamento incrivelmente superior às das máquinas mais poderosas comercializadas atualmente, como os PCs com chip quad-core de 45 nanômetros da rival Intel, o Corei7.

A caminhada até que estes processadores se tornem viáveis para o consumidor final, no entanto, é longa e passa ainda por limitações de software, que devem ter, ao menos, arquitetura de 64 bits para explorar todo o potencial de uma máquina com chip tão veloz.

 

Documentário sobre Facebook, hoje, na TV

“Facebook: o fenômeno da internet” é um curto documentário que tenta explicar o porquê, em apenas onze meses, a rede social já possuía um milhão de usuários.

Sem se aprofundar nas acusações de plágio e no mérito de quem foi o verdadeiro criador, o documentário de aproximadamente meia hora é exibido hoje (23) no canal GNT às 21h30, com reprise na sexta-feira (24), as 5h30 – horário de Brasília.

É o último filme da série Selva Digital, que aborda o poder e a influência do universo digital no modo de vida atual.

Apesar de muitos questionamentos de rivais, a rede presidida pelo jovem Mark Zuckerberg é tida como a maior do mundo por ter um enorme contingente espalhado ao redor do mundo, dominando boa parte dos Estados Unidos e Europa.

O objetivo do retrato filmado é mostrar a dimensão que um simples site tomou, passando de um projeto de adolescentes a uma corporação. Quando o projeto entrou na rede, Zuckerberg tinha apenas 19 anos. Hoje, aos 24 anos, por força do ofício, ele trata o assunto com mais maturidade e tem o perfil retratado no documentário televisivo.

 

GVT estreia banda larga e telefonia no ES

A GVT estreou, esta semana, serviços de banda larga e telefonia fica nas cidades de Vitória e Vila Velha, ambas no Espírito Santo.

De acordo com a companhia, chegar até a capital capixada e ao município de Vila Velha exigiu investimentos de R$ 50 milhões nos últimos meses.

A expectativa da telecom agora é recuperar o investimento explorando os consumidores finais da região e, principalmente, as grandes empresas do Estado.

Na capital do Espírito Santo ficam as instalações de fábrica de chocolates Garoto e um dos maiores escritórios da mineradora Vale do Rio Doce. A telecom diz que, inicialmente, tem capacidade de fornecer até 50 mil conexões de banda larga e 50 mil linhas fixas nas cidades de Vitória e Vila Velha.

 

quarta-feira, 22 de abril de 2009

LG LH90 LED TV



A LG oficializou o lançamento da LG LH90 LED TV, televisão com tecnologia LED que possui 240Hz, oferecendo a qualidade de imagem superb. Ela tem como características taxa de contraste de 2,000,000:1, novo sistema eficiente de consumo de energia. O anuncio foi feito na Coréia, sendo que inicialmente a LH90 estará disponível nos tamanhos de 42, 47 e 55 polegadas.

Os preços iniciais na Coréia são de W6.400,000 (aproximadamente $4.750 dólares)para o modelo de 55 polegadas, W4.200,000 (aproximadamente $3,120 dólares) para o modelo de 47 e W3,300,000 (aproximadamente $2.450 dólares) para o modelo de 42. Resta aguardar o anuncio de comercialização mundial de tais modelo. Mais informações e Reviews completos sobre a TV no site TestFreaks, confira!

Google dá um passo para a web 3D

O Google mostrou hoje um software chamado O3D, que permite o desenvolvimento de aplicações interativas em 3D diretamente nos browsers.

Trata-se de um plugin para Internet Explorer, Firefox, Chrome e Safari. Com ele, é possível programar usando JavaScript e obter gráficos mais realistas em games e outros programas. A empresa espera que, num futuro próximo, a tecnologia venha embarcada nos navegadores.

Se os programadores aderirem à ferramenta, será possível criar ambientes 3D para websites, oferecendo uma experiência como a do Google Earth – o usuário navega pelas páginas, e os gráficos vão renderizando em tempo real.

Esse primeiro passo rumo à internet em terceira dimensão, segundo o Google, deve começar pela criação de games mais realistas na web. Seria uma substituição natural dos jogos em Flash, com a ideia de atrair um público de jogadores casuais.

 

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Windows 7: O melhor negócio na história da Microsoft?

Na última semana, uma pesquisa feita pela Dimensional Research botou ainda mais fogo sobre o já acalorado debate sobre o possível sucesso do Windows 7. Até então, as únicas conclusões possíveis que se podia tirar de pesquisas já feitas eram que a maioria dos profissionais ainda não tem plena confiança no Windows 7 e que administradores TI ainda preferem o Windows XP - mesmo com o final do suporte técnico gratuito e sabendo que o Windows Vista é muito mais seguro.

Só que a pesquisa da Dimensional Research apresenta uma tendência exatamente inversa e, se estiver correta, concluímos que o Windows 7 está no caminho certo para se tornar o melhor produto já lançado pela Microsoft. O estudo completo, patrocinado pela empresa KACE, está disponível para leitura em PDF, mas vamos fazer uma comparação direta com o Windows XP.

Doze meses após seu lançamento, o Windows XP teve uma taxa de adoção de 10%. Esta taxa chegou em 38% somente em 2005, ou seja, mais de três anos após seu lançamento. Segundo a Dimensional Research, mais de 80% das empresas planejam migrar seus computadores para o Windows 7 em no máximo 3 anos. Como o sistema deve ser lançado em Setembro, temos apenas dois anos e meio de intervalo para adoção. O número, por si só, é simplesmente incrível!

Outra pesquisa, realizada pela Pacific Crest Securities, confirma as afirmações da Dimensional Research. Foram entrevistados oitenta profissionais com poder de decisão em suas empresas, e a metade deles informaram que adotarão o Windows 7 assim que ele lançado. Apenas 12% adiarão a adoção do Windows 7 para garantir que o sistema é seguro - ou seja, eles vão esperar o lançamento do Service Pack 1 do Windows 7 antes de adotá-lo. A Pacific Crest também afirma que 96% dos profissionais pesquisados gostam do Windows 7 Beta – um número bem otimista para a Microsoft, se levarmos em conta que o Windows 7 RC (Candidato à Lançamento) ainda nem foi lançado.

Ao observar a adoção do Windows nas empresas, nota-se que elas querem evitar problemas de incompatibilidade com seu hardware e software, e isso explica porque tantos esperam o primeiro Service Pack. Quando diferentes pesquisas mostram que boa parte das empresas não vão esperar pelo SP1, isso é um sinal claro de confiança. E confiança é fundamental para o sucesso comercial.

 

domingo, 19 de abril de 2009

Apple é marca de PC que mais agrada usuários




A Apple é a marca e computador que mais agrada os consumidores, segundo um estudo da Forrester Research.

A empresa de Steve Jobs obteve o melhor desempenho no Índice de Experiência do Consumidor, enquanto a Dell ficou com a pior marca no ranking.

A pesquisa foi feita em outubro de 2008, com cerca de 4,5 mil consumidores norte-americanos, e mede a satisfação dos usuários com empresas de diversos ramos, levando em conta critérios como utilidade, usabilidade e prazer proporcionado pelos seus produtos ou serviços.

Entre as empresas de computadores, a Apple obteve o melhor desempenho, com 80% de aprovação dos consumidores. A Gateway é segunda marca a aparecer no ranking, com 66%. A HP teve 64% de aprovação, seguida pela Compaq, com 63%, e pela, Dell, com 58%.

Com este resultado, a Apple foi a única a entrar na categoria “bom”. As altas notas nas categorias “fácil de usar”e “útil” levaram a média da empresa para a cima. Já a Gateway obteve uma avaliação “razoável”, enquanto as demais marcas ficaram na categoria “ruim”.

Gmail falha três vezes em uma semana

Gmail falha três vezes em uma semana

Uma tabela do Google que monitora a disponibilidade de seus produtos online apontou três falhas no Gmail ao longo dos últimos sete dias.

De acordo com o Google Dashboard, falhas aconteceram nos dias 11, 13 e 16 deste mês.

Em todas elas, ao menos uma parte dos usuários ficou impedida de acessar sua conta do Gmail por algum período de tempo. O programa de e-mails, aliás, foi o único produto do Google a falhar no período.

O quadro do Google mostra que todas as vezes em que uma falha foi denunciada pelo Dashboard, um grupo de alerta entrou em ação para corrigir o problema.

Na falha mais grave do serviço, anotada em 24 de fevereiro deste ano, usuários de todo o mundo ficaram sem poder acessar seu e-mail do Google por até três horas. Na ocasião, o Google apontou uma falha em seu sistema que gerencia a lista de contatos do Gmail por causar a pane no aplicativo online.

Outros serviços monitorados pelo Dashboard, como Google Calendar, Google Talk, Google Docs List, Google Documents, |Google Spreadsheets, Google Presentations, Google Sites e Google Video for business aparecem incólomes na última semana.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

´Partido Pirata´ ganha força após veredicto

Depois da condenação dos suecos responsáveis pelo maior site de torrents do mundo, protestos e críticas se intensificam na Suécia e se espalham por toda a Europa, bem como no resto do mundo.

O Pirate Party, grupo político que defende a mudança de direitos autorais e patentes, lidera a massa, convocando as pessoas a favor do P2P a aderirem o partido.

Desde o veredicto, o número de membros já cresceu mais de 20%, segundo nota do site TorrentFreak.com. E o índice cresce a cada minuto. Antes da sentença ser anunciada, o número não passava de 15 mil, e agora, já ultrapassa os 18 mil.

O próximo passo e desejo do PP é conseguir uma cadeira no Parlamento Europeu para conseguir tirar os projetos do papel. Mas para isso, precisarão de 100 mil votos, o que, para eles, é perfeitamente possível, segundo o vice-presidente do partido e principal candidato, Christian Engström.

Poucos minutos depois de Frederik Neij, Gottfrid Svartholm Warg e Peter Sunde serem declarados culpados, Engström emitiu nota dizendo: “A Suécia acabou de incriminar alguns de nossos embaixadores mais bem-sucedidos.  Por muito tempo fomos uma das nações líderes em TI, mas com esse tipo de ação nós ficaremos para trás, dependentes das visões arbitrárias de outras nações".

Diversos comunicados revoltosos estão se espalhando pela internet. Ao que tudo indica, uma grande manifestação irá ocorrer nas ruas de Estocolmo, capital sueca, amanhã.

 

Criadores do The Pirate Bay são condenados

Respectivamente, Frederik Neij, Peter Sunde e Gottfrid Svartholm Warg foram declarados culpados junto ao fornecedor de hospedagem do site Carl Lundstrom (não está na foto)

 

Há pouco, a corte da Suécia condenou os fundadores do site de torrents The Pirate Bay a um ano de prisão por desrespeitar os direitos autorais e facilitar o compartilhamento ilegal de arquivos.

A sentença dada a Frederik Neij, Gottfrid Svartholm Warg e Peter Sunde também prevê que seja pago o valor de 30 milhões de coroas suecas em indenizações (aproximadamente 7,7 milhões de reais). Carl Lundstrom, o fornecedor do serviço de acesso à internet para hospedar o site, também foi condenado.

 

Ridículo...

 

Viva o torrent, viva o compartilhamento!

 

Anatel proíbe cobrança de ponto extra por TV

A Anatel decidiu, após dez meses de discussões, proibir a cobrança do ponto extra por empresas de TV a cabo.

A proibição chegou a ser definida ainda em 2008 pela agência, mas caiu após ações na Justiça de empresas de TV por assinatura. Agora, no entanto, a agência reguladora afirma que preparou um texto juridicamente bem feito, que não permitirá revés nos tribunais.

A decisão foi anunciada na noite desta quinta-feira (16), em Brasília, pelo próprio presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg. Segundo o presidente da Anatel, a proibição da cobrança deve começar a valer assim que a decisão for publicada no Diário Oficial.

O texto preparado pela Anatel permite que as TVs cobrem uma só mensalidade por unidade domiciliar. É possível cobrar uma taxa de instalação ou aluguel de um equipamento para sintonizar a TV no ponto extra. Esta cobrança, no entanto, poderá ser parcelada dentro de um limite de meses.

A Anatel afirmou que proibirá qualquer operadora de cobrar indefinidamente aluguéis e taxas que possam funcionar como uma mensalidade disfarçada do ponto extra.

Sardenberg afirmou, ainda, que a agência vai monitorar os preços cobrados pelos pacotes de TV e punir operadoras que imponham aumentos abusivos nas mensalidades.

O temor da Anatel é que algumas operadoras tentem compensar a perda de receita com aumentos de preços.

Procurada pelo Plantão INFO, a ABTA (Associação Brasileira de Televisão por Assinatura) disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que ainda não teve tempo de analisar o teor da decisão.

A ABTA deve reunir seus representantes nesta sexta (17) e prometeu manifestar-se “em breve” sobre o assunto.

Individualmente, NET e Sky já se manifestaram em debates promovidos pela agência reguladora. As operadoras alegam que o ponto extra gera custos para as empresas, que devem ser remuneradas por isso.

 

 

Descoberta a primeira rede de Macs zumbis

Má notícia para applemaníacos: foi confirmada a existência de uma rede de Macs zumbis, idêntica à dos PCs com Windows.

Reconhecidamente, o Mac OS protege bem o computador de ameaças externas. Mas é impossível manter a proteção quando o próprio usuário é que traz o cavalo de troia para  dentro de casa.

Dois pesquisadores da Symantec descobriram a existência de um link entre cópias piratas da suíte de escritório iWork 09, da Apple, e um site malicioso. Segundo eles, isso configura a primeira rede de zumbis usando micros Macintosh.

Os dois pesquisadores, Ballano Barcena e Alfredo Pesoli, identificaram duas variantes de um malware, OSX.Iservice e OSX.Iservice.B . Essas variantes capturam a senha de acesso do usuário e deixam a máquina sob controle externo.

Uma vez dominado o sistema, os controladores da rede de zumbis podem enviar comandos para incluí-lo em ataques distribuídos de negação de serviço dirigidos contra sites na internet.

 

Servidor do The Pirate Bay vai para o museu

Um dos servidores do site de compartilhamento de arquivos sueco Pirate Bay que foi confiscado pela polícia no ano passado transformou-se em objeto de museu, literalmente.

O Museu Nacional de Ciência e Tecnologia da Suécia informou nesta quinta-feira (16/04) que comprou o equipamento do Pirate Bay pelo equivalente a 243 dólares. O servidor foi incluído no setor de invenções que mudaram a vida das pessoas.

De acordo com o museu, copiar conteúdo protegido por direito autoral não é uma prática recente,  uma vez que as fitas gravadas por consumidores na década de 1970 já eram feitas de modo conceitualmente semelhante.

O Pirate Bay oferece um fórum para que internautas possam compartilhar música, filmes e videogames gratuitamente. Os quatro criadores do site acusados de ajudar as pessoas a desobedecerem as leis de direito autoral podem ficar presos por até um ano.

 

Patente indica possíveis novidades no iPhone

A onda de especulações sobre as novidades que podem vir por aí no iPhone não para. Segundo o MacRumors, uma patente registrada pela Apple nas últimas semanas indica que controle por movimento e câmera para videoconferência estão entre os recursos cotados para as próximas gerações do aparelho.

O controle por movimento pode ajudar o usuário a comandar o aparelho em situações em que ele não pode olhar para a tela – quando está correndo, dirigindo ou fazendo algo do gênero. A patente mostra que o usuário poderá, por exemplo, chacoalhar o aparelho para navegar pelos seus contatos.

O documento mostra ainda que o aparelho pode ter uma câmera frontal, que deve ser usada para fazer chamadas de vídeo – um recurso comum em aparelhos que funcionam em redes 3G.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Panasonic e NEC mostram celulares com Linux

A NEC e a Panasonic vão apresentar amanhã (17/04) nove novos modelos de celulares que operam com o sistema operacional de código aberto LiMo, informou a fundação LiMo, que controla o software Linux para uso sem fio, no Mobile World Congress, evento setorial que acontece em Barcelona.

O foco do mercado de celulares vem se dirigindo ao desenvolvimento de softwares desde que o Google e a Apple ingressaram no setor, nos dois últimos anos, e os fornecedores de aparelhos e operadoras de telefonia móvel cada vez mais recorrem a alternativas de fonte aberta, como o LiMo, a fim de reduzir custos.

O mercado de plataformas de software para celulares é liderado pelo sistema operacional Symbian, da Nokia, mas perdeu muito terreno ao longo dos últimos 12 meses para a Apple e a Research in Motion, fabricante do BlackBerry.

O sistema operacional para computadores Linux não obteve grande sucesso no mercado de celulares até o momento, mas seu papel está se desenvolvendo com a plataforma LiMo, e o Google também usa o Linux em sua plataforma Android.

Entre os softwares livres ou de fonte aberta, no setor de sistemas operacionais de computadores. Esses softwares podem ser usados, revisados e compartilhados livremente pelo público.

Os fornecedores de sistemas Linux faturam com a venda de melhorias e serviços técnicos, e o Linux concorre diretamente com a Microsoft, que cobra pelo uso de seu software Windows e se opõem ao uso livre de seu código.

A LiMo anunciou que cinco empresas -- Aromasoft, CasioHitachi Mobile Communications, Marvell, Opera Software e Swisscom -- haviam aderido à fundação sem fins lucrativos, o que eleva seus quadros a 55 membros.

O Android, do Google, conta por enquanto com a adesão de 47 parceiros.

No entanto, a LiMo até o momento não conta com o apoio dos maiores produtores de celulares --até o momento, apenas NEC, Panasonic e Motorola lançaram aparelhos usando seu software.

A segunda e a terceira maiores fabricantes de celulares, Samsung Electronics e LG Electronics, são membros da fundação LiMo, mas até agora não lançaram modelos comerciais.

 

Quanto vale o Facebook?

US$ 2 bilhões, US$ 4 bilhões ou US$ 15 bilhões? Quem dá mais pelo Fcebook? Duas reportagens publicadas nesta quinta-feira (16/04) atribuem diferentes valores à rede social que mais cresce no mundo.

Segundo reportagem do Venture Beat, o Facebook decidiu rejeitar investimentos oferecidos sob a premissa de que a empresa estaria valendo US$ 4 bilhões.

Fontes próximas às negociações afirmaram que o CEO da empresa, Mark Zuckerberg, teve uma conversa com o conselho da companhia para avaliar a possibilidade de captar mais recursos.

Mas contrariando rumores de que a empresa estaria em apuros financeiros, Zuckerberg e companhia optaram por rejeitar a oferta.

O número de usuários ativos mensais da rede social já ultrapassou 200 milhões, o que se traduz em despesas gigantescas com infra-estrutura.

No entanto, as avaliações de que a companhia estaria precisando de fundos para pagar as contas é equivocada, disse uma fonte ao Venture Beat.

Segundo cálculos de especialistas, a companhia teria mais de US$ 200 milhões no banco, o suficiente para cobrir suas despesas por até dois anos.

De acordo com o site, o Facebook faturou menos de US$ 300 milhões no ano passado e a projeção de receita para este ano era de pouco mais de US$ 400 milhões. Mas a companhia disse em março que já estava batendo as projeções em 70%.

De outro lado, o TechCrunch reportou que o Facebook teria recebido uma oferta de fundos da General Atlantic que estabelece o valor da empresa em US$ 2 milhões e que poderia ter que aceitar. O site reporta que a empresa teria despesas de US$ 20 milhões ao mês para manter seu crescimento.

Em outubro de 2007, a Microsoft investiu US$ 240 milhões no Facebook. Na época, a rede social foi avaliada em US$ 15 bilhões.

 

Nome do próximo Office

A Microsoft confirmou hoje o que muitos especialistas já esperavam: que a próxima geração de sua suíte de escritório, até então chamado internamente de Office 14, será oficialmente batizado de Office 2010.

Muito se especulou pelo salto no codinome do software, que deveria ser chamado de Office 13, já que o Office 12 fora para a versão 2007. O motivo apresentado por Jensen Harris, Gerente da Microsoft para o Office, fora de que a inscrição “13” é vista em muitos países como um número de azar.

Segundo se comenta pelos bastidores, a versão RTM deve chegar em março do próximo ano, enquanto que a versão final (comercial) em meados de abril ou maio. Isso é claro, se não houver atrasos.

 

Secunia: Firefox é o browser mais vulnerável

Um um relatório que gerará algumas discussões acaloradas na web, a Secunia relatou que o Firefox é o navegador mais vulnerável no mercado hoje.

De acordo com o relatório, o Internet Explorer (5.x, 6.x e 7) teve 31 vulnerabilidades, incluindo aquelas divulgadas antes da Microsoft divulgar as correções e aquelas inclusas nos boletins de segurança da empresa.

O Safari e o Opera tiveram cada um 32 e 30 vulnerabilidades, enquanto que o Firefox teve 115.

 

Suporte a 64 bits deve impulsionar Windows 7

Entre as várias ferramentas que a Microsoft tem ao alcance para convencer usuários a desistir do Windows XP está o suporte a 64 bits que o Windows 7 vai oferecer.

Na verdade, o suporte à arquitetura de 64 bits já existe no Vista, mas não pode ser muito bem explorado em função da qualidade do hardware do usuário médio quando o Vista chegou ao mercado.

A maior parte das cópias vendidas do Vista, aliás, é de 32 bits. Com o Windows 7, porém, a Microsoft acredita que a história pode ser diferente.

Afinal, o hardware dos usuários está muito mais poderoso agora do que em janeiro de 2007, quando o sistema operacional chegou ao mercado. A medida em que os PCs têm mais de 4 GB de RAM ou processadores com mais de dois núcleos, a diferença de performance entre o Windows 7 64 bits e um XP ficará gritante.

Um cenário onde o Windows 7 vai se mostrar extremamente vantajoso é numa máquina com o quad-core de 45nm da Intel, o iCore7 e memória RAM de 12 GB ou 24 GB.

Além dos avanços de hardware, devem se popularizar aplicativos que suportam 64 bits. Este será o caso, por exemplo, do Office 14, que deve chegar ao mercado também em 2010.

Sob arquitetura de 64 bits, a suíte vai poder explorar melhor o potencial de hardware e os recursos do sistema operacional, tornando operações pesadas mais rápidas.

 

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Paulo Coelho declara apoio a The Pirate Bay

Às vésperas do veredicto sobre 'o julgamento do The Pirate Bay', o escritor brasileiro Paulo Coelho declarou total apoio aos suecos dos torrents.

Em declaração ao site TorrentFreak, o autor do best seller “O Alquimista” disse que “está apoiando abertamente o site” e que se mostrou disposto ajudar presencialmente os acusados Frederik Neij, Carl Lundstom, Peter Sunde e Gottfrid Warg na batalha jurídica.

 “Eu até me ofereci para viajar a Suécia a fim de discutir o caso de conteúdos abertos, mas eu nunca tive uma resposta deles”, disse Coelho ao site especializado em notícias relacionados a torrents, depois de enviar um e-mail ao correio eletrônico dos suecos.

Defensor de uma ‘web aberta’ e usuário engajado de BitTorrent, ele disse ao mesmo site, em maio do ano passado, que o “compartilhamento faz parte da condição humana” e que uma pessoa que não divide o que tem com outros “não é só um ser egoísta, mas amargo e sozinho”.

Segundo Coelho, a publicação de seus livros no “The Pirate Bay” e similares fez com que ele vendesse dezenas de milhares de exemplares extras.

A definição da corte de Estocolmo, que dirá se o grupo sueco é culpado ou inocente das acusações de desrespeitar as leis de proteção de direitos autorais, sai na sexta-feira, dia 17 de abril.

 

Android

É quase automático: alguém fala em Android e a gente já vai logo pensando em celulares e smartphones. Mas a plataforma não quer ficar só aí.

Set top boxes, TVs, netbooks e até desktops também andam flertando com o sistema operacional de código aberto. O Japão tem sido um dos redutos com mais planos para o Android. Mas grandes empresas como a Motorola e a HP também já anunciaram que estão desenvolvendo algo além dos smartphones rodando a plataforma.

A Acer, por exemplo, mostrou o protótipo de um desktop com Android. Já a Motorola está desenvolvendo um set top box com o sistema. E a HP vem estudando o uso do Android em netbooks.

Enquanto o Android vai se materializando em outros tipos de hardware, alguns projetos de smartphone naufragam. Foi o caso do OpenMoko, uma iniciativa bem bacana de hardware open source que acabou sendo engavetada.

 

Brasil é 5º maior em atividade maliciosa

O Brasil saltou da oitava para quinta posição no ranking global de atividade maliciosa da Symantec.

Segundo relatório, a participação do Brasil na atividade maliciosa global foi de 4% no ano de 2008, um salto de um ponto porcentual em relação ao ano passado.

O País ficou atrás dos Estados Unidos, que liderou com 23% de participação, da China (9%), Alemanha (6%) e Reino Unido (5%).

Segundo Paulo Vendramini, diretor de engenharia de sistemas para América Latina da Symantec, o salto pode ser explicado por um aumento na inclusão digital no Brasil.

“Quanto mais gente tem acesso à banda larga, mais gente deixa o computador ligado o dia inteiro e mais gente está sujeita a ataques”, justifica o especialista. A empresa de segurança prevê que a atividade maliciosa tende a crescer ainda mais, acompanhando o aumento no acesso à internet no País.

A Symantec detectou mais de 1,6 milhões de novos códigos maliciosos circulando na rede mundial em 2008, montante que equivale a 60% de todos os malwares já registrados em toda a história da companhia. O número é quase o triplo da média de 624 mil códigos maliciosos identificados em 2007.

As principais tendências identificadas pela empresa foram um aumento da concentração das ameaças em países emergentes e um interesse financeiro cada vez mais evidente por trás das ações de crackers.

Spam

O Brasil também subiu no ranking global de spam, passando a ocupar o quinto lugar entre os principais emissores de mensagens indesejadas – no ano passado, o País estava na 12º posição.

A especialista em segurança identificou um tráfego de mais de 349,6 bilhões de mensagens indesejadas circulando na rede mundial ao longo do ano passado, contra 119,6 bilhões no ano anterior.  

 

terça-feira, 14 de abril de 2009

Microsoft suspende suporte ao Windows XP

A Microsoft suspende, nesta terça-feira (14) o suporte ao seu mais bem sucedido sistema operacional, o Windows XP. Apesar disso, não há motivo para os usuários se preocuparem.

A fabricante do Windows decidiu mudar o status do XP, que entra agora para o grupo dos produtos com “suporte estendido”. Na prática, isto quer dizer que a Microsoft só vai fornecer gratuitamente suporte para aspectos de segurança, como correções de falhas e patchs para proteger o sistema de novos códigos maliciosos.

Suporte para incompatibilidade com novos aplicativos e correções não relacionadas a segurança só serão feitos para usuários que assinem o plano Extended Hotfix Support.

A fim do suporte principal ao XP faz parte de uma série de esforços da Microsoft para forçar os usuários finais e empresas a migrar para os novos produtos da Microsoft, notadamente o Windows Vista e, futuramente, o Windows 7.

A decisão impacta também integradores que continuam oferecendo máquinas novas com downgrade para Windows XP. Segundo a Microsoft, o fabricante que oferecer este produto deverá ele próprio garantir suporte ao consumidor e não mais a fabricante do Windows.

As atualizações de segurança, no entanto, estão garantidas até 8 de abril de 2014, o que dá mais cinco anos de fôlego para quem não deseja abrir mão do Windows XP.

 

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Chevrolet Volt, será que sai?

O montante de US$ 10,3 bilhões dado pelo Departamento de Energia à General Motors para investir em quatro carros, entre eles, o Chevrolet Volt está travado no governo americano.

Isto porque a empresa não passou no teste de viabilidade financeira de seu país. Sem garantia de que a montadora respiraria nos próximos meses, o pedido de auxílio foi colocado em espera até 1º de junho, quando a GM terá o prazo final para provar que pode andar com as próprias peças. Até lá, a companhia não pode receber qualquer outra ajuda monetária.

Dos bilhões emprestados, US$ 2,6 bilhões seriam dedicados à construção do aguardado Chevrolet Volt. O restante serviria para arcar com os custos de dois derivados do Volt e um terceiro modelo híbrido.

A previsão do lançamento do Chevy Volt no mercado americano é de novembro de 2010. A GM diz que a decisão do governo não irá atrasar ou interromper o processo, conforme anuncia o Automotive News.

Além do incentivo ‘barrado’, a General Motors já havia recebido empréstimo do Governo Federal dos Estados Unidos de US$ 17,4 bilhões, além de alguns benefícios para desenvolvimento.

O Chevrolet Volt está sendo desenvolvido para rodar 64 quilômetros com carga elétrica e seus motores movidos a E85 (combustível líquido de 85% de etanol anidro e 15% de gasolina pura) carregarão as 220 baterias de células de íon lítio. Segundo a GM, isso gerará o equivalente a 150 cavalos de potência.

Ele poderá ser inteiramente carregado em 120 ou 240 volts e levará de 3 a 8 horas.

 

Bluetooth 3.0 chega na proxima semana

Os responsáveis pelo desenvolvimento do padrão para de troca de dados sem fio anunciaram uma série de melhorias para o Bluetooth.

Entre as especificações da nova versão do Bluetooth, anunciadas pelo Bluetooth Special Interest Group, está a promessa de um aumento dramático na velocidade de transmissão de dados, que possibilitará a transferência de arquivos grandes de vídeo, coleções de música e de fotos. O upgrade é possível pois o Bluetooth passa a usar o padrão 802.11, mesmo das conexões tradicionais do Wi-Fi.

Outra novidade é o implemento do EPC (Enhanced Power Control), responsável por diminuir interferências e interruoções de conexão que ocorrem quando um aparelho é coberto por alguma superfície, quando é colocado no bolso por exemplo.

A partir do anúncio oficial das especificações finais do padrão, no próximo dia 21, as fabricantes poderão desenvolver aparelhos que se beneficiem das melhorias no padrão Bluetooth.

 

Banda larga via rede elétrica é segura?

Com as regras para prestação dos serviços de BPL (Broadband over Power Line) aprovadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil pode ter em breve ofertas de internet que chegarão à casa dos consumidores pela rede elétrica. 

Em São Paulo, a AES Telecom, braço da AES Eletropaulo, já faz testes avançados com a tecnologia e pretende estrear ofertas comerciais em parceria com provedores de banda larga em pouco tempo. Outras companhias de energia elétrica como Copel e Cemig também experimentam com o BPL.

Mas o aval da agência pode não ser suficiente para tranqüilizar os usuários sobre os possíveis riscos da tecnologia. A principal preocupação é que a tecnologia possa interferir em freqüências de outras aplicações, como rádios amadoras e até instalações militares.

Eles não estão sozinhos. Nos Estados Unidos, a tecnologia enfrenta pressão da Associação de Rádios Amadoras, que processou a Federal Communications Commission (FCC) – a Anatel norte-americana – por ter liberado o BPL para uso no país sem prova suficiente de que a tecnologia não interferia em outras freqüências.

O site da associação traz estudos que falam sobre os perigos da banda larga via rede elétrica e trás até vídeos que mostram interferências causadas pela tecnologia em locais onde ela está sendo testada. O que os detratores do BPL alegam – e, em alguns casos, até provam – é que a as redes elétricas não foram feitas para isolar a radiação de radiofreqüência e que de fato em alguns casos a tecnologia de fato gera interferência.

Isso significa que estamos prestes a adotar uma tecnologia de alta periculosidade? Não necessariamente. Segundo Nicholas Maheiroudis, diretor de projetos de BPL da AES Telecom, os problemas de interferência realmente aconteciam no passado, mas a evolução dos equipamentos mitigou grande parte dos riscos.

“Hoje a tecnologia evoluiu e os equipamentos são capazes de anular as interferências”, diz o executivo. Segundo Maheiroudis, todos os aparelhos usados no Brasil terão que ser homologados e certificados pela Anatel, o que deve eliminar os riscos.

Além das interferências externas do BPL, a companhia também está trabalhando para minimizar os ruídos internos causados por eletrodomésticos e outros na banda larga via rede elétrica.

Secadores de cabelo, liquidificadores e até luminárias podem interferir no sinal do BPL. Neste caso, o resultado pode ser uma degradação na qualidade do sinal de internet. “O BPL não afeta o microondas, mas uma luminária não-padronizada pode derrubar o BPL”, explica Maheiroudis.

Segundo o diretor, menos de 3% das casas que participam dos testes feitos pela AES Telecom apresentam problemas de interferência. Para mitigar o problema, a empresa está trabalhando com fornecedores nacionais para produzir filtros e nas próximas gerações, os próprios modens virão com chips preparados para bloquear os ruídos, de acordo com Maheiroudis.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Toshiba Aprensenta TV 3D

Os maníacos por TV já devem ter entrado em transe. Imagine só, uma TV de 82 polegadas (isso mesmo, oi-ten-ta e du-as) com imagens em 3D. Tudo, não? Essas são algumas especificações da WD-82837, um dos modelos da nova linha de televisores tela plana da Mitsubishi, a 837 series.

Anunciada hoje (junto com a série 737), essa linha estrela modelos de 65, 73 e 82 polegadas. Todas rodando imagens em 1080p. Vale lembrar que ainda não existe um padrão para Blu-Ray no formato 3D.

As bonitonas vem com um processador de seis cores, quatro portas HDMI e entrada USB. Para completar, segundo o fabricante, elas seguem à risca os padrões americanos para consumo de energia.

Os preços dos modelos variam de 2 199 dólares, para a de 65 polegadas, até 4 999 dólares, para a de 82. Detalhe, você ainda terá que comprar um dispositivo para conversão em formato 3D

 

Apple pode ser obrigada a banir iPhone

A designer de chips taiwanesa Elan Microelectronics está processando a Apple nos EUA por infração de duas patentes de tecnologia de telas sensíveis ao toque utilizadas no MacBook, no iPhone e no iPod Touch.

A Elan afirma em comunicado divulgado nesta quarta-feira (08/04) que detém os direitos da tecnologia com a qual os produtos da Apple detectam a posição dos dedos sobre uma touchscreen ou um touchpad.

Segundo a reclamante, houve um caso de violação de patente semelhante envolvendo a Synaptics, no qual a Elan obteve vitória.

Caso a companhia ganhe o processo contra a Apple, todos os produtos da marca baseados na tecnologia serão proibidos no mercado.

 

Medo do Conficker facilita ação de crackers

O medo de internautas em relação a pragas virtuais como o Conficker favorece ataques feitos por meio de falhas de programas de segurança, de acordo com relatório divulgado pela Microsoft nesta quarta-feira (08/04).

Conforme as ameaças virtuais chegam às manchetes e assustam os usuários de PCs, a procura por software de segurança online e gratuito cresceu aceleradamente e muitas vezes esses programas são os verdadeiros vilões da história.

Segundo o Security Intelligene Report da maior fabricante de software do planeta, sete das 25 principais pragas virtuais detectadas nos computadores monitorados pela empresa – máquinas com software da marca instalado – acessaram o sistema do usuário se passando por um antivírus online gratuito.

Nos últimos seis meses de 2008, a Microsoft desinfectou cerca de 4,4 milhões de PCs vítimas de complexos e bem-sucedidos vírus em forma de software de segurança.

Esse número representa um aumento de 67% em relação ao registrado no primeiro semestre de 2008, ressaltou George Stathakopoulos, chefe de segurança de produtos do Grupo de Computação Confiável da Microsoft.

O notório Conficker pode ser parte da estratégia dos crackers, segundo Stathakopoulos.

O relatório também revelou que até internautas precavidos estão sendo convencidos por insistentes pop-ups a pagarem por sistemas de proteção que, na realidade, são pragas desenvolvidas para roubar dados pessoais.

No geral, a análise da Microsoft mostra que os casos de problemas com programas de segurança diminuíram 3% na segunda metade do ano passado, em comparação com a primeira. Entretanto, a quantidade de casos classificados como “altamente perigosos” aumentou 4%.

O levantamento é baseado apenas em máquinas rodando o sistema operacional da companhia.

 

terça-feira, 7 de abril de 2009

Brasil, o país que reina nas redes sociai

O país do futebol pode também ser considerado a nação das redes sociais. É o que sugere o último relatório da Nielsen Online, que diz que 80% dos internautas brasileiros visitou redes de relacionamento e blogs ao longo de 2008.

Grande parte deste índice bem acima da média mundial se deve ao sucesso do orkut entre diversas faixas etárias do país. Nem mesmo o Facebook no exterior possui tamanha aceitação. Num mesmo mercado, o nacional, a rede de Orkut Büyükkökten consegue o acesso de 70% dos internautas pelo menos uma vez por mês.

Globalmente, o orkut não possui expressão, se comparado ao Facebook, de Mark Zuckerberg. Considerada a maior rede social do mundo desde o início deste ano, quando ultrapassou o MySpace em número de visitas mensais em território americano, Facebook é acessado por três em cada dez pessoas mensalmente – em nove países onde a Nielsen pesquisa o comportamento online.

Sites de relacionamento são os que mais crescem em número de visitações na web, segundo a Nielsen Online, tornando-se a quarta atividade mais popular na internet, ultrapassando até mesmo o serviço de e-mail. O crescimento de redes sociais e blogs chega a ser duas vezes maior que os dos três primeiros colocados: busca, portais e software para PCs.

Como se não bastasse a maior porcentagem de internautas navegando em redes sociais, o Brasil também é o país onde as pessoas gastam mais tempo em sites do gênero: 23% (ou quase um quarto) do tempo total são utilizados em orkut, blogs e semelhantes.

Apesar dos recordes, a participação no tempo de navegação caiu desde a última pesquisa da Nielsen. Em dezembro de 2007, o número chegava a 24,4% do total.

O país que mais teve aumento na penetração de sites de relacionamento da pesquisa do ano passado para a atual foi a Alemanha: salto foi de 39% para 51% dos internautas.

Mas a segunda colocação neste ranking fica com a Espanha, com 75% dos usuários acessando sites de relacionamento, seguida por Itália, com 73% dos internautas. A média global, diz a pesquisa, é de 67% - mesmo índice dos Estados Unidos. Ano passado, nos mesmos países em que a Nielsen faz avaliações, o número mundial era de 61%.

O crescimento se deve a enorme participação da faixa etária de 34 a 49 anos de idade, a que mais ascende em sites do gênero: mais 11,3 milhões de internautas do grupo estão acessando redes sociais e blogs pelo mundo.

 

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Apple tenta melhorar câmera de iPhones

A Apple publicou uma vaga de emprego em seu site procurando um engenheiro para melhorar a câmera digital montada nos iPhones. O texto da Apple faz referência também a câmeras em iPods.

Embora a Apple não confirme seus planos, o texto publicado pela companhia sugere que o iPod Touch deve receber uma câmera no futuro. Atualmente, só iPhones possuem câmera e, mesmo assim, de forma limitada, já que as lentes do iPhone podem capturar imagens em resolução de apenas 2 MP.

Dispositivos rivais capturam imagens com 5 MP (caso no N95, da Nokia, por exemplo) e, às vezes, até 8 MP (caso do Renoir, da LG). Além da menor resolução, o iPhone não possui flash embutido, algo já comum em smartphones de outros fabricantes.

Em sua página de empregos, a Apple afirma que procura um “engenheiro para seu grupo de desenvolvimento do iPhone e iPod” que tenha “sólidos conhecimentos técnicos de lentes e módulos de câmeras.

 

MS propõe padrões de comandos por gestos

A Microsoft apresentou sugestões de gestos feitos sobre a tela do PC que, na opinião da companhia, poderiam se tornar padrão na indústria de TI.

O engenheiro de interfaces Meredith Morris exibiu, durante a conferência Chi 2009 Digital Life, algumas idéias do que poderia ser padronizado. Parte delas já é utilizada em dispositivos como o Surface, da própria Microsoft, ou o iPhone, da Apple.

De acordo com Morris, o objetivo seria identificar os gestos mais naturais e intuitivos que os usuários fazem ao usar o PC e combinar um padrão entre diferentes atores da indústria. Assim, para fazer um scroll, o gesto mais natural é passar o dedo sobre a tela na direção vertical, para baixo.  Ou para girar uma imagem tocar a tela com dois dedos, como um compasso, e girar a mão.

 

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Vírus cria bateria de lítio mais eficiente

Pesquisadores que treinaram um minúsculo vírus para obedecer aos seus comandos afirmaram na quinta-feira (02/04) que o organismo já é capaz de tornar as baterias de lítio mais eficientes.

Os cientistas modificaram dois genes do vírus chamado M13 e pediram que ele realizasse as seguintes tarefas: construir uma concha utilizando fosfato de ferro e em seguida amarrá-la a um nanotubo de carbono para, dessa forma, montar um poderoso eletrodo.

Esse eletrodo permitiria teoricamente a produção de dispositivos de memória - como MP3 players ou celulares  – mais potentes e mais ecologicamente responsáveis do que as baterias usadas em eletrônicos atualmente, de acordo com a cientista de materiais do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Angela Belcher.

“Ele oferece a mesma energia e o mesmo desempenho que as mais avançadas baterias disponíveis hoje no mercado”, ela ressaltou.

“Poderíamos fazer um iPod funcionar por cerca de três vezes mais tempo do que possibilitam as baterias convencionais desse aparelho. No futuro esse eletrodo poderia ser utilizado em carros, inclusive”, ela esclarece.

A tecnologia é inerentemente verde porque se baseia em um vírus vivo: “Organismos estão criando os materiais de que precisamos, não há como não respeitá-los”, ela comentou.

Em reportagem publicada no jornal Science, a equipe de Belcher afirma que os vírus modificados foram desenvolvidos para contruir cascas de fosfato de ferro amorfas. Esse material não costuma ser um bom condutor, mas dá origem a um útil material para baterias quando reduzido à nanoescala.

Baterias de lítio são poderosas e leves, mas não liberam seus elétrons muito rapidamente, diferentemente do material criado pelos vírus.

 

Anatel aprova regras para Internet em rede eletrica no Brasil

A Agência Nacional de Telecomunicações aprovou na quinta-feira (02/04) as regras para a prestação de serviços de banda larga utilizando a rede elétrica no Brasil.

O regulamento estabelece critérios e parâmetros técnicos para o uso da tecnologia conhecida como Broadband over Power Lines (BPL) no País.

As regras foram aprovadas pelo Conselho Diretor da agência e devem ser publicadas no Diário Oficial nos próximos dias, segundo o órgão.

Testes com a tecnologia já estão sendo conduzidos por diferentes prestadoras de serviço de energia, entre elas a AES Telecom, braço da AES Eletropaulo.

No final de 2008, a companhia mostrou a tecnologia em funcionamento, em uma das 150 residências que estão testando o serviço em São Paulo.

A empresa já investiu mais de R$ 20 milhões nos pilotos, que começaram em novembro de 2007 e negocia parcerias com provedores de serviços de banda larga para oferecer o serviço.

Nos testes feitos pela AES, a tecnologia permitiu oferecer uma velocidade real de até 80 Mbps (megabits por segundo) por edifício. A distribuição da banda pode ser feita de acordo com a demanda de casa usuário.

 

Google comprando o Twitter?

O Google pode estar negociando a aquisição do serviço de mensagens Twitter, de acordo com post do site TechCrunch.

O artigo de Michael Arrington publicado no TechCrunch afirma que as duas companhias estão considerando a possibilidade de desenvolverem juntas um mecanismo de busca online em tempo real.

O gigante das buscas pagaria o valor cobrado pelo Twitter em dinheiro, em ações ou com ambos os ativos.

Arrington foi o primeiro a divulgar a compra do site de compartilhamento de vídeos YouTube pelo Google em 2006 e, segundo ele, as negociações com o Twitter estão em um “estágio avançado.”

Um porta-voz do Google em Londres disse que a companhia não vai comentar especulações da imprensa.

 

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Android Market baniu app, diz programador

Um programador que participou do desenvolvimento do WiFi Tether for Root Users, um aplicativo para a plataforma Android, afirma que seu produto foi banido do Android Market.

O aplicativo serve para tornar smartphones equipados com Android num ponto de Wi-Fi, capaz de compartilhar sinal de redes 3G para computadores que suportam conexão sem fio. Em seu blog, o desenvolvedor afirmou que o programa foi banido sob o argumento de desrespeitar as regras de uso do mercado.

O software, diz o desenvolvedor, feria os interesses da T-Mobile, única operadora autorizada a vender o celular com Android G1 nos Estados Unidos. A telecom supostamente temia que usuários com planos ilimitados de tráfego de dados usassem seus telefones como modems 3G em tempo integral.

O banimento do aplicativo gerou certa controvérsia, pois a aliança que suporta o Android funciona sob os termos que vigoram nas comunidades de software livre, ou seja, conferem grande liberdade aos desenvolvedores e não prevê censura.

Para efeito de comparação, a loja da Apple de aplicativos para iPhone barra programas que a fabricante do smartphone não considera adequado, o que não causa escândalo. Afinal, a Apple Store funciona sob critérios de tecnologia proprietária, com as regras subordinadas à Apple.

 

Telefónica testa Rede 4G na Espanha

A Telefónica realizou nesta quarta-feira (02/04) os primeiros testes públicos com a tecnologia de quarta geração LTE (Long Term Evolution) na Espanha.

De acordo com a operadora, as novas redes permitirão troca de dados a até 140 Mbps, dez vezes mais que as atuais redes 3G.

Os testes foram realizados no Centro de Demonstrações da Telefónica em Madri. O objetivo é começar as especificar as futuras necessidades técnicas para implementar o a LTE.

Experiências em laboratório mostraram que é possível baixar dados a mais de 326 Mbps e fazer o upload a 86 Mbps, segundo a Telefónica.

Até que o 4G esteja pronto para o lançamento comercial, a Telefónica pretende oferecer aos usuários da sua rede 3G, que já cobre 90% da área de atuação da empresa na Espanha, maiores velocidades usando a tecnologia HSPA +.

Com o HSPA +, o download de dados chegará a até 21 Mbps e o upload a 5 Mbps. Com a chegada de novos aparelhos e funções, o HSPA + poderá oferecer velocidade de até 84 Mbps, segundo a operadora.

A Telefónica pretende começar a implementar a tecnologia até o meio deste ano, oferecendo inicialmente cartões de dados.

 

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Verme Conficker pode atacar no 1 de abril

O malware, que já infectou milhões de PCs, pode disparar um grande ataque. A coisa parece piada, mas tem chances de ser muito séria.

Solto na internet desde novembro passado, o Conficker é um verme que se propaga explorando uma brecha no Windows. Essa brecha foi corrigida em outubro de 2008, mas nem todos aplicam as correções de segurança. 

Além disso, o Conficker também evoluiu, e tem várias versões. A mais recente, chamada Conficker.D, Conficker.C e Downandup.C (o nome varia conforme a empresa de segurança) reforçou as armas desse malware.

O Conficker.D instala-se no sistema e manobra para permanecer nas sombras, sem ser detectado. O invasor age de duas formas. Primeiro, mantém comunicação peer-to-peer (P2P) entre as máquinas infectadas, que podem enviar e receber comandos. Além disso, gera um estoque de 50 mil nomes de domínio todos os dias. Desses, tenta baixar comandos de 500 desses servidores, escolhidos aleatoriamente.

Essa segunda parte da ação, segundo os especialistas, está datada para ter início neste 1º de abril. Isso é motivo de preocupação, tendo em vista que se estima seja grande o número de máquinas infectadas. Calcula-se que em fevereiro o Conficker tenha entrado em 3 milhões de sistemas.

Não por acaso, foi nesse período que a Microsoft ofereceu a recompensa de 250 mil dólares a quem desse informação capaz de levar à captura do autor ou autores do perigoso verme. Um dos traços perigosos do Conficker é que o usuário não precisa executar nenhum programa malicioso ou visitar sites duvidosos. O simples acesso à internet usando um sistema vulnerável já basta para que a contaminação ocorra. O micro infectado se transforma num zumbi, que pode infectar outras máquinas, em rede local ou na internet.

Pesquisadores já descobriram formas de identificar máquinas infectadas e remover o Conficker. A McAfee, por exemplo, tem uma ferramenta gratuita que detecta a presença do verme. Clique no link para baixar o Conficker Detection Tool no Download INFO,

Para as empresas de segurança, não é possível afirmar qual o impacto da nova variante do Conficker em 1º de abril. Quem está em dia com as atualizações do sistema operacional e dos aplicativos não tem muito a temer. Tomara que, no final das contas a ameaça não seja tão grande assim e se torne compatível com o Dia da Mentira.

 

Em 4 dias, 4 serviços do Google falham

O painel do Google que mede a performance de seus produtos na internet demonstrou que três de seus serviços falharam entre os dias 25 e 28 deste mês.

A primeira falha aconteceu na quarta, 25, e deixou um pequeno número de usuários do Gmail sem acesso a suas mensagens na nuvem por pelo menos duas horas. A segunda falha vitimou um produto menos popular, porém de forma mais abrangente.

Um “grande número de usuários”, nas palavras do Google, ficou sem acesso ao Google Vídeo for Business, uma ferramenta disponível para usuários corporativos. O problema levou 1h15 min para ser corrigido.

A falha que levou mais tempo para ser consertada foi a que afetou o serviço Google Sites. Para um pequeno número de usuários, a ferramenta ficou fora do ar por quase quatro horas.

 

HP avalia uso do Android em netbooks

A HP está interessada em utilizar a plataforma móvel Android, do Google, nos seus produtos, mas ainda não decidiu se colocará o sistema operacional em celulares.

Existe a possibilidade de a maior fabricante de computadores do mundo oferecer netbooks baseados no Android, segundo reportagem do Wall Street Journal divulgada na terça-feira (31/03).

O software do Google foi desenvolvido para smartphones, mas está sendo aprimorado para dar suporte a qualquer tipo de dispositivo. Analistas acreditam que o Android é uma atraente alternativa ao Windows XP em notebooks de baixo custo, que ultimamente são considerados o segmento mais promissor do mercado de PCs.

Qualquer passo do Android em direção ao mercado de computadores pode ser interpretado como um desafio direto para a Microsoft e o seu sistema operacional.

Um porta-voz da HP explicou que a companhia estava “estudando o Android para entender todas as possibilidades que ele oferece e em quais eletrônicos ele pode ser aproveitado.”

“Queremos determinar os benefícios do Android para a indústria de computadores e de comunicação”, ele ressaltou.