quarta-feira, 15 de abril de 2009

Paulo Coelho declara apoio a The Pirate Bay

Às vésperas do veredicto sobre 'o julgamento do The Pirate Bay', o escritor brasileiro Paulo Coelho declarou total apoio aos suecos dos torrents.

Em declaração ao site TorrentFreak, o autor do best seller “O Alquimista” disse que “está apoiando abertamente o site” e que se mostrou disposto ajudar presencialmente os acusados Frederik Neij, Carl Lundstom, Peter Sunde e Gottfrid Warg na batalha jurídica.

 “Eu até me ofereci para viajar a Suécia a fim de discutir o caso de conteúdos abertos, mas eu nunca tive uma resposta deles”, disse Coelho ao site especializado em notícias relacionados a torrents, depois de enviar um e-mail ao correio eletrônico dos suecos.

Defensor de uma ‘web aberta’ e usuário engajado de BitTorrent, ele disse ao mesmo site, em maio do ano passado, que o “compartilhamento faz parte da condição humana” e que uma pessoa que não divide o que tem com outros “não é só um ser egoísta, mas amargo e sozinho”.

Segundo Coelho, a publicação de seus livros no “The Pirate Bay” e similares fez com que ele vendesse dezenas de milhares de exemplares extras.

A definição da corte de Estocolmo, que dirá se o grupo sueco é culpado ou inocente das acusações de desrespeitar as leis de proteção de direitos autorais, sai na sexta-feira, dia 17 de abril.

 

Nenhum comentário: