segunda-feira, 4 de maio de 2009

Americano compra Macbook Pro e ganha ´pedra´

No Texas, Estados Unidos, um cliente da Best Buy comprou um MacBook Pro pelo preço exato de US$ 2164,89 (cerca de R$ 4738), mas teve uma ingrata surpresa ao abrir a caixa. No meio do caminho, tinha uma pedra.

Tinha uma pedra no lugar do computador. Vermelha. “Quando cheguei em casa, abri a caixa e encontrei uma laje embrulhada com papel bolha em vez do Macbook Pro. Voltei à loja e o gerente não foi muito disposto a me ajudar. Ele disse que a Apple sela as caixas, não a loja”, escreveu a vítima ao site Consumerist, ilustrando o ocorrido com fotos. Até agora, nenhuma das partes se dispôs a solucionar o problema.

Em menos de uma semana, é o segundo caso envolvendo pedras em embalagens no país. Na Flórida, uma mulher chamada Jodi Wykle presenteou o filho com um Nintendo DS de US$ 138 (aproximadamente R$ 300) pelo Wal Mart, contudo, no lugar do videogame estava um apanhado de pedras enrolado em um jornal chinês, segundo a rede de TV local ,WTSP.

Depois de um cansativo processo de conversas e responsabilidades passadas de loja para empresa, e vice-versa, o Wal-Mart resolveu a situação e substituiu o produto.

Que parece ser uma nova forma de golpe, não há dúvidas. Resta saber quem anda se aproveitando do recurso: cliente, funcionário ou comprador.

 

Nenhum comentário: