terça-feira, 28 de julho de 2009

Tio Bill diz que desistiu do Facebook

Todo mundo quer ser amigo de Bill Gates. Em números, cerca de dez mil pessoas tentaram adicionar o ex-CEO da Microsoft no Facebook, desde a última vez que ele entrou na rede.

Mas o sentimento não é recíproco. Em viagem à Índia, para receber um prêmio por suas ações de caridade, Gates disse que desistiu de participar o Facebook, pois o site de relacionamentos passou a ser um transtorno em sua vida virtual.

O atual conselheiro da Microsoft diz que parou de acessar sua conta, depois que viu que uma dezena de milhares de pessoas que ele não conhecia tentavam fazer parte de sua lista de amigos.

A agência de notícias francesa AFP também publicou que, na cerimônia, Bill Gates declarou “não ser uma pessoa tecnológica vinte e quatro horas por dia”. O homem mais rico do mundo na lista da Forbes de 2009 falou que lê muito “e parte dessa leitura não é feita no computador”.

Gates esteve presente em Nova Delhi para receber o Prêmio Indira Gandhi por Paz, Desarmamento e Desenvolvimento, dado pelo governo local a sua organização Bill e Melinda Gates Foundation pelo trabalho realizado nos últimos meses.

Em 2007, a Microsoft investiu 240 milhões de dólares no Facebook. Talvez Bill Gates diria "amigos, amigos, negócios à parte".

 

Nenhum comentário: